Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Governador do DF 'jamais cogitou participar' dos atos de vandalismo, diz advogado

Integrante da equipe de advogados de Ibaneis Rocha (MDB), Cleber Lopes divulgou nesta segunda-feira um vídeo em defesa do cliente

Brasília|Luiz Calcagno, do R7, em Brasília


O advogado criminalista Cleber Lopes, que integra a equipe de defensores do governador afastado do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), publicou um vídeo nesta segunda-feira (14) em defesa do chefe do Executivo distrital.

Na gravação (veja no vídeo acima), Lopes afirma que o governador "jamais cogitou de participar de qualquer ato de violência em relação às instituições desse país".

Ibaneis está afastado do cargo desde 9 de janeiro, suspeito de omissão em relação aos atos de vandalismo que resultaram na invasão das sedes dos Três Poderes, em Brasília.

Ibaneis Rocha, governador afastado do DF desde o dia 9/1 por determinação de Moraes
Ibaneis Rocha, governador afastado do DF desde o dia 9/1 por determinação de Moraes

"A defesa do governador Ibaneis Rocha sempre defendeu a sua inocência. Mesmo respeitando a decisão tomada pelo ministro [do Supremo Tribunal Federal (STF)] Alexandre de Moraes em 9 de janeiro, mesmo compreendendo a gravidade dos fatos, a defesa sempre procurou demonstrar de maneira respeitosa a inocência do governador", destacou o defensor na primeira parte do vídeo.

Publicidade

Cléber Lopes afirmou também que a defesa apresentou "documentos no âmbito do inquérito" e que levaram o governador "espontaneamente" para depor. Para ele, a manifestação da Procuradoria-Geral da República (PGR) pelo retorno de Ibaneis ao cargo é uma evidência da inocência do chefe do Executivo.

Leia também

A manifestação da PGR no sentido de que o governador possa ser reconduzido ao seu cargo antes do término do prazo estabelecido pelo eminente relator é a demonstração cabal de que o governador é inocente e a população do DF terá de volta o seu governador e viverá a situação de normalidade que sempre viveu aqui.

(Cleber Lopes, advogado criminalista e integrante da equipe de defensores de Ibaneis Rocha)

Manifestação da PGR

O posicionamento do defensor ocorre três dias depois de a PGR enviar ao Supremo Tribunal Federal (STF) uma manifestação em que pede que a Corte suspenda a decisão do ministro Alexandre de Moraes que afastou Ibaneis do cargo. O afastamento determinado pelo período de 90 dias chega ao fim em 9 de abril.

Publicidade

Na manifestação, o subprocurador-geral Carlos Frederico Santos afirma que os elementos reunidos até o momento da apuração não permitem concluir que o retorno de Ibaneis à função de governador impeça a coleta de provas, obstrua as investigações em andamento, ponha em risco a ordem pública ou a aplicação da lei penal.

"Portanto, atualmente, não estão preenchidos os requisitos da medida cautelar de afastamento da função pública, sem embargo da futura análise a respeito da existência ou não de provas para a responsabilização penal, quando terminada a colheita dos elementos de convicção para formação da opinio delicti", afirmou o procurador.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.