Brasília Governo autoriza nomeação de 1.250 aprovados na PF e PRF

Governo autoriza nomeação de 1.250 aprovados na PF e PRF

Serão chamados 625 aprovados por instituição; o preenchimento dependerá da existência das vagas na data da nomeação

  • Brasília | Victória Olímpio, do R7, em Brasília

Agente da Polícia Rodoviária Federal

Agente da Polícia Rodoviária Federal

Divulgação/ PRF

Dois decretos publicados no Diário Oficial da União desta quinta-feira (26) autorizam a nomeação de 1.250 candidatos aprovados e não classificados nos concursos das polícias Federal (PF) e Rodoviária Federal (PRF), sendo 625 candidatos para cada instituição. Os editais foram divulgados em janeiro do ano passado.

No caso da PRF, o preenchimento das vagas dependerá da homologação do resultado do certame, da quantidade originalmente prevista e da existência delas na data da nomeação.

O concurso da PF prevê o preenchimento das vagas distribuído pelos seguintes cargos:
agente: 382 vagas;
escrivão: 172 vagas;
delegado: 53 vagas; e
papiloscopista: 18 vagas.

Menos vagas do que o esperado

Há algumas semanas, o presidente Jair Bolsonaro (PL) acionou dois ministérios para ampliar para 1.000 o número de vagas para agentes aprovados nos concursos. No entanto, recuou e afirmou que seriam chamados 625 agentes para cada instituição.

Últimas