Brasília Governo demite Silva e Luna da Petrobras e indica Adriano Pires

Governo demite Silva e Luna da Petrobras e indica Adriano Pires

Demora para baixar o preço dos combustíveis incomoda o Executivo e motivou demissão do presidente da estatal

  • Brasília | Renato Souza, do R7, em Brasília

Ex-presidente da Petrobras Joaquim Silva e Luna

Ex-presidente da Petrobras Joaquim Silva e Luna

Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O presidente Jair Bolsonaro decidiu demitir o presidente da Petrobras, general Joaquim Silva e Luna. O economista Adriano Pires, especialista em óleo e gás, foi indicado para ocupar a vaga e será avaliado pelo Conselho de Administração da empresa. As negociações em torno da saída de Silva e Luna do cargo ocorrem desde a semana passada e se intensificaram nos últimos dias. 

A avaliação no governo é que a política de preços da Petrobras, os aumentos recentes do preço dos combustíveis e a demora na queda dos valores do litro da gasolina e do diesel, mesmo diante da baixa do dólar, geram desgaste ao governo e podem prejudicar a campanha política do presidente. Silva e Luna é um nome forte entre os militares que apoiam Bolsonaro.

O general precisou retornar a Brasília para conversar com Bolsonaro. A ideia ventilada inicialmente era que o general pedisse demissão. Mas, como ele teria se recusado, o presidente se decidiu pela demissão.

O general chegou ao posto de comando da estatal de petróleo em abril do ano passado, para substituir o então ocupante do cargo, Roberto Castelo Branco. 

Adriano Pires é um dos maiores especialistas brasileiros no setor energético. Ele tem mais de 40 anos de atuação no segmento e é considerado um nome com larga experiência. Graduado em economia, Pires tem doutorado em economia industrial pela Universidade de Paris XIII e mestrado em planejamento energético.

O atual presidente do Flamengo, Luiz Rodolfo Landim, foi indicado para presidente do Conselho de Administração da estatal. Os nomes serão analisados na reunião do dia 13 de abril, que já estava marcada para ocorrer. 

Últimas