Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Governo do DF abre novo abrigo para pessoas em situação de rua em Ceilândia

Unidade ficará aberta para atender população durante inverno da capital do país; atendimentos começam nesta quarta

Brasília|Do R7, em Brasília


Pessoas em situação de rua, abrigos, centros de atendimento, Ação Contra o Frio
Abrigo fica na QNM 27 Área Especial B de Ceilândia Tony Oliveira/ Agência Brasília -

O governo do Distrito Federal abre nesta quarta-feira (3) um novo centro de atendimento às pessoas em situação de rua em Ceilândia, na Coordenação Regional de Ensino da cidade, na QNM 27. A medida é para atender o público durante o período de inverno da capital do país. Os atendimentos começam a partir das 19h e vai até às 7h, com capacidade de receber até 40 pessoas por noite. O local estará aberto todos os dias, de domingo a domingo, enquanto durar o alerta de baixas temperaturas.

Veja Mais

As iniciativas para acolher a população de rua fazem parte da campanha Ação contra o Frio. Nos locais, as pessoas recebem jantar e café da manhã, colchão, travesseiro, cobertor e kits de higiene e agasalhos. Parte desse material vem da campanha Agasalho Solidário, criado pela primeira-dama do DF, Mayara Noronha Rocha.

Secretária de Desenvolvimento Social, Ana Paula Marra, afirmou que medida garante mais dignidade à população de rua. “Quando as temperaturas caíram e lançamos o primeiro abrigo provisório para a população de rua na Asa Sul, seguimos acompanhando se haveria demanda nas outras regiões administrativas. Por isso, estamos abrindo este abrigo provisório aqui em Ceilândia, que é uma região do DF com grande concentração de pessoas em situação de rua”, detalhou.

O abrigo de Ceilândia é o terceiro que o GDF abre para atender a população de rua em época de baixas temperaturas. Um deles fica localizado no Centro Integrado de Educação Física da 907 Sul e outro no Centro de Convivência do Gama Leste.

Publicidade

Em duas semanas, a unidade da Asa Sul atendeu 1.429 pessoas. Os atendimentos no local seguem. Já o espaço do Gama recebeu 100 indivíduos, entre homens, mulheres e crianças desde que foi inaugurado. No entanto, devido a baixa procura na unidade, o local foi fechado na última terça-feira (2).

Segundo a Secretaria de Desenvolvimento Social, a escolha inicial pelo Plano Piloto se deu pela demanda observada em anos anteriores. Novos locais podem ser abertos conforme a necessidade, e seguirão à disposição enquanto o frio continuar no DF.

Onda de frio

Segundo o Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet), desde o início do inverno, considerado a estação mais fria do ano, o DF tem registrado mínimas entre 7,5ºC e 17,4ºC. A previsão é que, até sábado (6), a capital registre mínima de 12°C e máxima de 27°C.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.