Brasília Governo do DF afirma que fantasias não serão proibidas no Carnaval, e sim aglomerações

Governo do DF afirma que fantasias não serão proibidas no Carnaval, e sim aglomerações

O decreto de proibição será valido apenas para eventos tipicamente carnavalescos

  • Brasília | Giovana Cardoso*, do R7, em Brasília

Blocos de rua estão entre as restrições do decreto

Blocos de rua estão entre as restrições do decreto

Marcelo Camargo/Agência Brasil

O governo do Distrito Federal manteve as medidas de restrição para o Carnaval. Bares e promotores de festas que desafiarem a proibição poderão pagar multa de R$ 4 mil a R$ 20 mil, sofrer interdição de até 60 dias, além do risco de responder criminalmente por comprometer o combate à pandemia de Covid-19. De acordo com a DF Legal, o uso individual de fantasias não está proibido, a restrição será apenas em casos de festas de Carnaval — em que o público esteja fantasiado ou não.

A DF legal informou que, além dos servidores da pasta, os agentes de segurança pública e de saúde vão fiscalizar o cumprimento do decreto nas ruas da capital federal. A determinação proíbe eventos típicos carnavalescos, como blocos, bailes, desfiles e shows temáticos, com ou sem cobrança de ingresso.

O secretário da DF Legal, Cristiano Mangueira, afirmou que caso algum estabelecimento comercial descumpra as medidas e faça a divulgação de um evento com show musical e traje carnavalesco, será interditado.

O órgão ainda comunicou que bares que tenham música ao vivo sem cobrança de ingresso e sem espaço para dança estão permitidos no DF. Também poderão acontecer festas privadas em condomínios e residências sem cobrança de ingresso ou com qualquer contribuição do público.

*Estagiária sob supervisão de Fausto Carneiro

Últimas