Brasília Governo libera mais R$ 4 milhões para cidades baianas

Governo libera mais R$ 4 milhões para cidades baianas

Cerca de R$ 130 milhões já foram destinados para atender as cidades afetadas pelas enchentes em dezembro

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Mulher limpa colchão após enchente em Ilhéus (BA)

Mulher limpa colchão após enchente em Ilhéus (BA)

Laura Lopes/AFP - 29.12.2021

O governo federal anunciou na tarde desta quarta-feira (5) a liberação de mais R$ 4 milhões para atender as cidades baianas atingidas pelas enchentes causadas pelas chuvas em dezembro. As portarias que permitem o repasse dos recursos foram publicadas no Diário Oficial da União.

As enchentes no sul da Bahia já deixaram mais de 30 mil pessoas desabrigadas e mais de 62 mil desalojadas — isto é, que não precisam necessariamente de abrigo provido pelo governo. O estado já registrou 26 mortes em decorrência da tragédia.

O Executivo federal deve liberar mais recursos para a Bahia com o objetivo de auxiliar na reconstrução de estradas e na prestação de ajuda humanitária à população dos municípios baianos. Cerca de R$ 130 milhões já foram repassados.

A Defesa Civil reconheceu a situação de emergência em 130 cidades do estado, o que permite que esses municípios solicitem recursos do Ministério do Desenvolvimento Regional para auxiliar nos trabalhos de atendimento à população afetada. O governo baiano já decretou estado de emergência em 157 municípios do estado.

Além das consequências materiais das enchentes, cidades da Bahia enfrentam surto de gripe. Em Itabuna, uma das cidades atingidas, médicos da Força Nacional de Segurança Pública monitoram a saúde dos moradores que vivem em áreas afetadas. Além da gripe, as autoridades de saúde estão preocupadas com a alta de casos de outras doenças relacionadas às enchentes, como leptospirose e diarreias causadas pela água, pela lama e por alimentos contaminados.

Ajuda humanitária

As forças de segurança do Distrito Federal arrecadaram 106 toneladas de doações para as vítimas das enchentes que atingem a região. Cestas básicas, garrafas de água e roupas estão entre os itens que foram obtidos por uma campanha que durou uma semana.

O material será enviado para o município de Vitória da Conquista (BA) na tarde desta quarta-feira (5), com previsão de chegar ao destino na tarde de quinta (6). Em seguida, os produtos seguirão para Jequié e Ipiuá, onde serão distribuídos.

A ação integra a operação de apoio do DF à Bahia. Na noite desta terça-feira (4), os 20 militares que participaram da missão de salvamento das vítimas da tragédia retornaram à capital federal. Eles prestaram auxílio às forças locais para resgatar a população, em especial os ribeirinhos às margens do rio de Contas.

De acordo com o subcomandante do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal, coronel Edimar de Moura, quando os militares chegaram, ainda havia casos em que a água atingia metade da altura das paredes nas casas. Com a redução no volume de chuvas e o fim do risco de novas enchentes, os bombeiros retornaram ao DF. "Eles viram famílias que perderam tudo com a força da água."

Últimas