Brasília Hackers invadem página do Ministério da Economia

Hackers invadem página do Ministério da Economia

Depois do ataque à página da Saúde, grupo invadiu site de Escola Virtual da Economia e xingou o presidente Jair Bolsonaro 

  • Brasília | Augusto Fernandes, do R7, em Brasília

Página da Escola Virtual está em manutenção

Página da Escola Virtual está em manutenção

Reprodução/Escola Virtual

O mesmo grupo hacker que invadiu a página do Ministério da Saúde e tirou do ar a plataforma ConecteSUS, que fornece o comprovante de vacinação contra a Covid-19, fez um novo ataque nesta tarde contra o governo federal, desta vez ao site da Escola Virtual, que pertence à Enap (Escola Nacional de Administração), órgão vinculado ao Ministério da Economia.

No ato da invasão, os hackers deixaram uma mensagem na página da Escola Virtual ofendendo o presidente Jair Bolsonaro. "O nosso único desejo é obter dinheiro, não ligamos para a família Bolsonaro (vulgo Bolsofakenews) de m****", dizia o texto dos criminosos.

"Seguindo a filosofia do Lapsus [nome do grupo hacker], um emaranhado de servidores foram enviados para nosso cemitério de 'dados mortos'". A solução ágil é o pagamento do resgate", seguia a mensagem.

A invasão foi notada pelo Ministério da Economia, que apagou a mensagem e retirou o site do ar. No momento, no domínio da Escola Virtual aparece a mensagem "sistema em manutenção". Procurada pela reportagem do R7, a assessoria de imprensa da pasta disse que está preparando um comunicado sobre a invasão.

O grupo hacker criou uma lista de transmissão em um aplicativo de mensagens instantâneas, no qual diz também ter invadido a página da ANTT (Agência Nacional de Transportes Terrestres), mas, no momento, o site do órgão está no ar. 

No aplicativo de mensagens, os hackers dizem não estão de "brincadeira". "Enviamos mais provas dos dados que temos posse, a equipe de funcionários dos alvos terão que ter paciência. NÂO [sic] estamos para brincadeiras, o tempo de parquinho passou, fiquem cientes. Lembre-se: o único objetivo é o dinheiro, nossos motivos não são políticos, teorias a nosso respeito não passam de falcatrua."

Últimas