Brasília Ibaneis anuncia Agaciel, Delmasso e Cláudio Abrantes no governo em 2023

Ibaneis anuncia Agaciel, Delmasso e Cláudio Abrantes no governo em 2023

Delmasso e Agaciel Maia chefiarão as pastas de Família e Juventude e de Relações Institucionais; Cláudio Abrantes assumirá a Codhab

  • Brasília | Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

Ibaneis e Agaciel Maia em solenidade no Palácio do Buriti em abril

Ibaneis e Agaciel Maia em solenidade no Palácio do Buriti em abril

Renato Alves/Agência Brasília - 25.04.2022

Três deputados distritais farão parte do Governo do Distrito Federal em 2023. O anúncio foi feito pelo governador Ibaneis Rocha (MDB) na noite desta quinta-feira (15).

Confira os nomes e os cargos:
- Agaciel Maia (PL): será secretário de Relações Institucionais;
- Rodrigo Delmasso (Republicanos): será secretário da Família e Juventude, uma fusão das duas pastas; e
- Cláudio Abrantes (PSD): assumirá a presidência da Companhia de Desenvolvimento Habitacional do Distrito Federal (Codhab).

Agaciel maia é presidente da Comissão de Economia, Orçamento e Finanças (Ceof) da Câmara Legislativa do Distrito Federal (CLDF). Como secretário de Relações Institucionais, ele cuidará das relações e articulações com a CLDF e com o Congresso Nacional, quando necessário.

Já Delmasso cuidará das políticas públicas voltadas para a juventude na capital, e Abrantes ficará à frente dos projetos de habitação da Codhab.

Os três parlamentares foram nomes próximos ao governo durante a atual legislatura, que começou em 1º de janeiro de 2019 e termina em 31 de dezembro.

Fusão

Mais cedo, também nesta quinta, Ibaneis anunciou a fusão das secretarias do Trabalho e de Desenvolvimento Econômico. O atual secretário do Trabalho, Thales Mendes, será o chefe da nova pasta em 2023.

A união das secretarias é uma sugestão dos presidentes da Federação das Indústrias do Distrito Federal (Fibra), Jamal Bittar, e do SindiAtacadista, Álvaro Júnior. A proposta dos representantes do setor produtivo leva em conta que as pastas precisam atuar juntas para fortalecer a área, gerar empregos e alavancar a geração de renda do trabalhador.

Distritais não reeleitos

Câmara Legislativa do Distrito Federal, em Brasília

Câmara Legislativa do Distrito Federal, em Brasília

Divulgação/CLDF

Confira abaixo a situação dos deputados distritais que não permanecerão no cargo a partir de 2023:

- Arlete Sampaio (PT) decidiu deixar a vida pública aos 72 anos e não disputou as eleições;
- Agaciel Maia (PL), Claudio Abrantes (PSD), Delegado Fernando Fernandes (Pros), Delmasso (Republicanos), Reginaldo Sardinha (PL) e Valdelino Barcelos (PP) tentaram a reeleição, mas não ganharam;
- Julia Lucy (União Brasil) e José Gomes (PP) disputaram uma vaga como deputado federal, mas não ganharam;
- Professor Reginaldo Veras (PV) e Rafael Prudente (MDB) disputaram uma vaga como deputado federal e venceram;
- Leandro Grass (PV) disputou o Governo do Distrital Federal, mas perdeu a eleição para Ibaneis Rocha (MDB), que foi reeleito no primeiro turno.

Últimas