Brasília Justiça do Paraná adianta data de julgamento de Sergio Moro para 8 de fevereiro; relembre o caso

Justiça do Paraná adianta data de julgamento de Sergio Moro para 8 de fevereiro; relembre o caso

Senador é acusado de abuso de poder econômico e uso de caixa dois durante a pré-campanha eleitoral de 2022

  • Brasília | Rafaela Soares, do R7, em Brasília

MPE do Paraná defendeu a cassação de Moro

MPE do Paraná defendeu a cassação de Moro

Jefferson Rudy/Agência Senado - 13.12.2023

O TRE-PR (Tribunal Regional Eleitoral do Paraná) adiantou a data do julgamento que pode resultar na perda de mandato do senador Sergio Moro (União-PR). Em dezembro do ano passado, o MPE (Ministério Público Eleitoral) do Paraná defendeu a cassação do ex-juiz da operação Lava Jato. Segundo os procuradores, houve uso “excessivo de recursos financeiros” no período que antecedeu a campanha eleitoral oficial, em 2022. O Senado Federal volta do recesso parlamentar nesta quinta-feira (1º).

O relator dos casos é o desembargador Luciano Carrasco Falavinha Souza. Na terça, ele liberou as ações para julgamento. Se o TRE-PR condenar Moro, ele ainda pode recorrer da decisão ao TSE (Tribunal Superior Eleitoral). Caso a decisão desfavorável seja mantida, novas eleições para o Senado deverão ser convocadas no Paraná.

O R7 tenta contato com a defesa do senador. O espaço permanece aberto.

Entenda o Caso

Está na mira do Tribunal nos próximos dias o julgamento de ações que pede a cassação do senador Sergio Moro e de seus dois suplentes. As Ações de Investigação Judicial Eleitoral (AIJEs) apontam abuso de poder econômico, uso de caixa dois e utilização indevida de meios de comunicação social durante a pré-campanha eleitoral de 2022. Os processos, analisados em conjunto, também pedem a cassação do mandato do parlamentar.

Se o TRE-PR condenar Moro, ele ainda pode recorrer da decisão no Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em dezembro do ano passado, a Procuradoria Regional Eleitoral do Paraná emitiu um parecer favorável à cassação do senador.

Últimas