Brasília Justiça intima Deolane para explicar ofensas a ex-morador de rua

Justiça intima Deolane para explicar ofensas a ex-morador de rua

Givaldo Alves prestou queixa contra a ex-esposa de MC Kevin após ser chamado de 'nojento' por ela

  • Brasília | Renato Souza, do R7, em Brasília

O ex-morador de rua Givaldo Alves

O ex-morador de rua Givaldo Alves

Youtube/Reprodução - Arquivo

A Justiça de São Paulo determinou que a influenciadora Deolane Bezerra Santos preste esclarecimentos sobre ofensas a Givaldo Alves, ex-morador de rua que ficou famoso ao ser agredido por um personal trainer em Planaltina, no Distrito Federal, por ter sido pego fazendo sexo com a esposa dele.

O mandado de intimação foi expedido pela juíza Cristina Elena Varela Werlang, da 1ª Vara Criminal do Foro Regional do Tatuapé, em São Paulo. Deolane é viúva do cantor MC Kevin, que morreu ao cair da sacada de um hotel.

Pelas redes sociais, ela criticou o fato de Givaldo ter obtido fama após se envolver com a esposa do personal Eduardo Alves. "Eu vou falar uma coisa para vocês, eu estou com um ranço de entrar na internet e ver esse 'mendigo'. Que Deus me perdoe, senhor, e ainda esse monte de mulher dando atenção para esse cara nojento", disse.

Para Deolane, Givaldo ofendeu as mulheres em algumas declarações. "Olha, pelo amor de Deus, gente, para! Povo tratando o cara como se ele tivesse salvado alguém da morte. O cara ajudou a afundar uma mulher, e as outras mulheres ainda em cima dando beijo, abraço, fazendo tatuagem", continuou Deolane.

Ao assistir ao vídeo com as afirmações da advogada, o ex-morador de rua acionou a polícia. O mandado está com um oficial de Justiça, que está em busca da influenciadora para notificá-la a comparecer a uma delegacia e prestar depoimento. Givaldo comentou a situação pelas redes sociais. "Já que a doutora Deolane disse que está aguardando a intimação, pronto, a Justiça já intimou. E agora ela terá que responder", afirmou ele.

Últimas