Brasília Liberação do uso de máscara no DF não vale para professores em sala de aula

Liberação do uso de máscara no DF não vale para professores em sala de aula

Secretaria de Educação informou que a Lei Distrital 6.559/2020 obriga os educadores a permanecerem com a proteção

  • Brasília | Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

Estudantes de escola pública do DF

Estudantes de escola pública do DF

Marcello Casal Jr/Agência Brasil - Arquivo

Os professores da rede pública de ensino do Distrito Federal vão continuar tendo que usar máscara em sala de aula mesmo após a extinção da obrigatoriedade da proteção em ambiente interno. A Secretaria de Educação publicou uma nota esclarecendo que a determinação segue as diretrizes da Lei Distrital 6.559/2020.

A lei, porém, não abarca os estudantes, que poderão, em conjunto com os pais, optar por usar ou não a máscara em sala de aula. A liberação do uso de máscaras em ambientes fechados no DF passou a valer nesta quinta-feira (10), depois que o governador assinou o Decreto 43.072/2022.

"O uso de máscara facial não é mais obrigatório para os estudantes da rede pública de ensino. Os estudantes com seus pais ou responsáveis decidem se usam ou não a máscara. [...] Por outro lado, em respeito à Lei Distrital 6.559/2020, os profissionais de educação continuam obrigados a usar a máscara", afirmou a secretaria em nota.

Ibaneis Rocha (MDB) divulgou a liberação em seu perfil oficial no Twitter. Posteriormente, comentou o assunto com a imprensa. "Quem quiser continuar usando máscaras pode continuar, sem problema nenhum. Não é obrigatória a retirada. Só deixa de ser obrigatório a utilização em ambientes fechados", destacou.

Ainda segundo Ibaneis, apesar da liberação, é preciso evitar as aglomerações. "Esperamos que a população tenha cuidado e evite aglomerações. Ainda existe a Covid-19. Vamos aproveitar esse momento com responsabilidade", afirmou o governador.

Últimas