Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Lula nomeia Freixo como diretor da Embratur por quatro anos

Presidente também exonerou da agência Gilson Machado, ex-ministro de Turismo da gestão de Jair Bolsonaro (PL)

Brasília|Plínio Aguiar, do R7, em Brasília


O novo presidente da Embratur, Marcelo Freixo, e o presidente Lula
O novo presidente da Embratur, Marcelo Freixo, e o presidente Lula

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) nomeou, nesta sexta-feira (13), o deputado federal Marcelo Freixo (PT-RJ) para o cargo de diretor-presidente da Agência Brasileira de Promoção Internacional do Turismo (Embratur). O mandato é de quatro anos.

A nomeação foi publicada no Diário Oficial da União (DOU) e também é assinada pela ministra do Turismo, Daniela do Waguinho, cuja permanência no cargo é questionada por ter ligação com condenado por chefiar milícia no Rio de Janeiro.

Para a nomeação de Freixo, Lula exonerou do posto Gilson Machado, ex-ministro do Turismo do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Silvio Santos do Nascimento, que exercia a função de diretor de marketing, também foi demitido.

Eleições

Freixo e Machado saíram derrotados neste ano na disputa pelo Governo do Rio de Janeiro e Senado por Pernambuco, respectivamente. Diante do cenário, Bolsonaro nomeou o ex-ministro para a presidência da Embratur em novembro do ano passado.

Publicidade

Leia também

Já Freixo era cotado inicialmente para o Ministério do Turismo, mas Lula decidiu dar o comando da pasta ao União Brasil, partido de Daniela do Waguinho. O petista negociou espaço no governo a legendas de centro com o objetivo de aumentar sua base parlamentar no Congresso Nacional, mas enfrentou dificuldades nas negociações.

Com histórico de atuação na esquerda, Freixo fez acenos para o centro durante a campanha deste ano ao escolher como candidato a vice em sua chapa o ex-prefeito Cesar Maia, do PSDB.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.