Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Em premiação de estudantes, Lula pede a jovens que entrem para a política

Presidente reforçou que juventude não pode ‘negar a política’ e entregou medalhistas a 650 vencedores

Brasília|Ana Isabel Mansur, do R7, em Brasília

Presidente participou da cerimônia de premiação (Ricardo Stuckert/Presidência da República - 10.6.2024)

O presidente Luiz Inácio Lula da Silva incentivou nesta terça-feira (11) a entrada de jovens na política e pediu que sejam candidatos “decentes”. O apelo foi feito aos estudantes vencedores da OBMEP (Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas), durante a premiação da 18ª edição, no Rio de Janeiro. “Nunca, pelo amor de Deus, digam que todo político é safado e ladrão e que vocês não gostam de política nem vão fazer política. Porque todo cara que fala isso vai ser político e todo cara que for político vai ser o que ele pensa”, declarou Lula.

LEIA MAIS

O petista também pediu aos jovens que não percam a esperança na política. “Quando a gente nega a política, quando a gente acha que ninguém presta, sabe quem presta? Você! Então entre você na política e seja um político decente, porque você precisa deste país. Não desistam, assumam a responsabilidade histórica de vocês”, completou.

Ao lado de Lula, participaram da premiação o prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PSD) e os ministros Camilo Santana (Educação) e Luciana Santos (Ciência, Tecnologia e Inovação).

Inteligência artificial

O presidente aproveitou a oportunidade para cobrar a criação de uma inteligência artificial por cientistas brasileiros. Em março, Lula classificou como “genial” a ideia do presidente da Espanha, Pedro Sánchez, de criar uma parceria entre os dois países para a criação de uma inteligência artificial em português e espanhol.

Publicidade

“Se a inteligência artificial é tão importante, porque a gente fica esperando para copiar o que os Estados Unidos, Japão, Coreia fizerem. Desafiei nossos cientistas: ‘vamos criar vergonha. Vai ter uma conferência nacional em julho, vocês tratem de me apresentar um produto de inteligência artificial em língua portuguesa criado por brasileiros’. A gente não vai permitir que roubem nossa criação da IA como foi roubada a criação do avião”, afirmou o petista.

Também em março, Lula cobrou do Conselho Nacional de Ciência e Tecnologia a criação de um plano estratégico sobre inteligência artificial. A intenção de Lula é “definir uma política concreta” sobre o tema. “Estou sendo instigado a criar um grupo de trabalho ligado diretamente à presidência da República sobre inteligência artificial. Eu não vou criar. Vou depositar [o debate] na responsabilidade de vocês, deste conselho. Façam a proposta, que nós colocaremos em prática”, declarou na ocasião.

Publicidade

Convidado para a cerimônia de premiação, o governador do Rio de Janeiro, Cláudio Castro (PL), não compareceu.

Ciência nas escolas

Durante o evento, Lula assinou o decreto que cria programa para disseminar o letramento digital e a educação científica na educação básica, com iniciativas como laboratórios, clubes de ciência, feiras científicas, cursos de formação para professores e olimpíadas de disciplinas. O objetivo do projeto, chamado Mais Ciência nas Escolas, é expandir o uso de tecnologias digitais e a experimentação científica nas escolas.

Publicidade

Olimpíada

A OBMEP é realizada pelo IMPA (Instituto de Matemática Pura e Aplicada). A cerimônia premiou 650 estudantes com medalha de ouro. Os medalhistas podem participar do PIC Jr. (Programa de Iniciação Científica), que incentiva o desenvolvimento acadêmico, com bolsa de R$ 300 a alunos de escolas públicas.

Esta é a 18ª edição da olimpíada. Neste ano, a OBMEP recebeu 18,3 milhões de participantes, do 6º ano do ensino fundamental ao 3º ano do ensino médio, de 55,3 mil escolas públicas e particulares de 99,8% dos municípios do país.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.