Brasília Medicamentos lideram ranking de intoxicações no Brasil, diz Anvisa

Medicamentos lideram ranking de intoxicações no Brasil, diz Anvisa

Dados compilados pela agência ainda revelam outras causas de intoxicação, como uso de agrotóxicos e produtos de limpeza

  • Brasília | Hellen Leite, do R7, em Brasília

Remédios lideram lista de causas de intoxicação no Brasil

Remédios lideram lista de causas de intoxicação no Brasil

Freepik

A Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) registrou 91.883 casos de intoxicação produzida por medicamentos em 2021. De acordo com a agência, de janeiro a dezembro, foram notificados 72.522 casos sobre o uso de remédios. 

Além das queixas que envolveram medicamentos, houve 6.771 registros relacionados a produtos de limpeza, 3.902 a raticidas, 1.455 a inseticidas ou agrotóxicos de uso domiciliar, e 1.073 a cosméticos.

As intoxicações em crianças até 9 anos ocorreram principalmente com produtos e inseticidas de uso domiciliar. Embora não seja um produto, alertou a Anvisa, as plantas tóxicas também aparecem em 0,6% dos casos de intoxicação infantil em crianças de 0 a 3 anos.

Os dados fazem parte do 1º Boletim Informativo sobre Monitoramento Pós-Mercado de produtos e serviços sujeitos à vigilância sanitária, lançado pela Anvisa nesta segunda-feira (4). Além de dados sobre intoxicações, o relatório detalha notificações de eventos adversos, queixas técnicas e desvios de qualidade de produtos.

Últimas