Brasília Militar da reserva é preso por manter laboratório de drogas no DF

Militar da reserva é preso por manter laboratório de drogas no DF

Foram apreendidos 30 kg de maconha, 1 kg de crack, 1 kg de skunk e 27 munições; mulher do sargento da Marinha também foi detida

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Um sargento da reserva da Marinha e a mulher dele foram presos nessa quinta-feira (9) durante ação da Polícia Civil do Distrito Federal que fechou um laboratório de drogas em Ceilândia. Foram apreendidos 30 kg de maconha, 1 kg de crack, 1 kg de skunk e uma cartela de roupinol.

Com os suspeitos a polícia também encontrou nove munições de pistola calibre .40, 18 munições de revólver calibre 38, duas facas com resquícios de droga, um radiocomunicador e insumos para a produção de entorpecentes. A operação recebeu o nome de Sentinela.

O laboratório funcionava no interior de uma quitinete na QNR 3. Segundo a PCDF, era intenso o odor de drogas no local, perceptível até mesmo fora do imóvel.

Drogas, munições e artigos para produção de entorpecentes apreendidos em laboratório de Ceilândia

Drogas, munições e artigos para produção de entorpecentes apreendidos em laboratório de Ceilândia

PCDF/Divulgação

O sargento foi encaminhado para a carceragem da Marinha, e a mulher foi para a carceragem da PCDF. Eles aguardarão audiência de custódia e responderão por tráfico de drogas, associação para o tráfico e posse irregular de munição.

Últimas