Brasília Ministério da Saúde inclui novos tratamentos de câncer no SUS 

Ministério da Saúde inclui novos tratamentos de câncer no SUS 

Hospitais de nove estados foram classificados conforme os requisitos de produção e terão novos tratamentos para a doença

  • Brasília | Giovana Cardoso*, do R7, em Brasília

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

Ministro da Saúde, Marcelo Queiroga

Walterson Rosa/ Ministério da Saúde

O Ministério da Saúde anunciou, nesta quarta-feira (18), a habilitação de 11 hospitais para tratamentos oncológicos, além da implementação de dois procedimentos para tratar o câncer. De acordo com a pasta, as incorporações têm o objetivo de fornecer mais opções de tratamentos para dois tipos da doença que afetam a região abdominal.

Os hospitais habilitados foram classificados conforme os requisitos de produção e são de São Paulo, Paraná, Bahia, Minas Gerais, Ceará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Norte, Goiás e Maranhão. O ministério informou que a região norte não foi classificada para receber a habilitação.

O ministro da saúde, Marcelo Queiroga, destacou a necessidade de uma política de detecção precoce do câncer. "Precisamos habilitar os centros capacitados, seja do ponto de infraestrutura e de recursos humanos, para que tenhamos a promessa no âmbito da Conitec materializada na prática", disse.

Câncer

Na última segunda-feira (16), foi sancionada a Lei 14.335, que assegura o atendimento integral pelo Sistema Único de Saúde para detecção, prevenção e tratamento de câncer de mama, de útero e de cólon em mulheres.

A Agência Nacional de Saúde Suplementar também anunciou a inclusão de três opções de quimioterapia oral na lista dos procedimentos, exames e tratamentos que devem ter cobertura obrigatória pelos planos de saúde.

*Estagiária sob supervisão de Fausto Carneiro

Últimas