Brasília Ministério Público faz buscas na Câmara Legislativa do DF por suspeita de desvio de emendas

Ministério Público faz buscas na Câmara Legislativa do DF por suspeita de desvio de emendas

Promotores investigam denúncia de distribuição de propina a servidores por direcionamento ilícitos de verbas públicas

  • Brasília | Kelly Almeida e Carlos Eduardo Bafutto, do R7, em Brasília

Câmara Legislativa do Distrito Federal

Câmara Legislativa do Distrito Federal

Divulgação/CLDF

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) faz buscas na Câmara Legislativa do DF (CLDF) e na Companhia Urbanizadora da Nova Capital (Novacap) na manhã desta quarta-feira (23) em operação que investiga denúncias de desvios de emendas parlamentares. Mandados de busca e apreensão também são cumpridos em Goiás e em Sergipe.

A operação, chamada de Alta Conexão, foi autorizada pela 8ª Vara Criminal de Brasília e é resultado de uma investigação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco), do MPDFT. 

Na Câmara Legislativa, as buscas foram feitas na Comissão de Segurança e na Coordenadoria de Modernização e Informática.
 

As investigações correm em sigilo, mas o R7 apurou que os promotores investigam a existência de uma organização criminosa que teria distribuído propina a servidores públicos em troca de facilidade no recebimento e direcionamento de verbas públicas, especialmente emendas parlamentares.

O esquema, segundo as investigações, funcionava a partir de contratos públicos com empresas privadas para zeladoria e manutenção de equipamentos públicos.

A Polícia Civil do Distrito Federal dá apoio à operação na Câmara Legislativa.

Em nota, a Novacap informou que colabora com as investigações e está à disposição das autoridades para prestar quaisquer esclarecimentos. A CLDF afirmou que "nenhum gabinete parlamentar ou área administrativa da Casa foi alvo da operação" e que "apenas um computador de uma das Comissões foi apreendido." O GDF ainda não retornou o contato. O espaço segue aberto.

Últimas