Brasília Mourão cobra ação dos municípios para evitar impactos das chuvas

Mourão cobra ação dos municípios para evitar impactos das chuvas

Diante dos estragos em SP, vice-presidente reiterou que governo federal sempre vai auxiliar os estados quando for acionado 

  • Brasília | Priscila Mendes, do R7, em Brasília

Mourão cobrou ação dos gestores municipais

Mourão cobrou ação dos gestores municipais

Marcelo Camargo/Agência Brasil - 24.11.2021

Diante dos estragos causados pelas fortes chuvas no estado de São Paulo, o vice-presidente da República, Hamilton Mourão (PRTB), cobrou, nesta segunda-feira (31), ações mais eficazes dos gestores municipais para evitar os impactos gerados pelas chuvas nesta época do ano. 

“Eu acho que os gestores municipais têm que avançar na limpeza de bueiro, na verificação de pessoas que vivem em áreas de risco, para tentar mitigar e quando acontecerem essas chuvaradas não terem esse impacto todo”, afirmou Mourão.

Em entrevista a jornalistas, o vice-presidente disse que o governo federal está disponível para ajudar os estados sempre que for solicitado. “Uma vez acionado, o governo sempre vai auxiliar, né? Como fez lá com a Bahia. Eu mesmo assinei duas medidas provisórias totalizando quase R$ 1 bilhão para o auxílio às vítimas da enchente e também para recuperação das rodovias."

Temporais em São Paulo

Nesta segunda-feira (31), o secretário nacional de Proteção e Defesa Civil, coronel Alexandre Lucas, viajará para São Paulo para prestar assistência aos municípios.

O governador de São Paulo, João Doria (PSDB), anunciou, no último domingo (30), que autorizou o repasse de R$ 15 milhões, em caráter emergencial, para as cidades mais atingidas pelas enchentes. "Sobrevoamos as áreas atingidas; foram 11 as cidades que mais sofreram com as chuvas", disse ele em coletiva de imprensa nesta tarde.

Doria confirmou que 23 pessoas morreram no estado em decorrência dos temporais até esta segunda-feira. Desse total, sete são crianças. Há 500 famílias desalojadas.

No domingo, o governo federal informou que já foram garantidos R$ 188 milhões para as regiões afetadas pelas fortes chuvas. Desse total, R$ 140 milhões estão assegurados para a Bahia e R$ 48 milhões para Minas Gerais, estados em situação mais crítica. 

Últimas