Brasília Mulher que matou noivo em motel diz ter levado soco de agente em prisão

Mulher que matou noivo em motel diz ter levado soco de agente em prisão

Marcella Ellen foi presa em Goiás, na última quarta-feira (9), após ter confessado o crime

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Marcella Ellen

Marcella Ellen

Instagram/Reprodução - Arquivo

A mulher que matou o noivo em um motel na Candangolândia, no Distrito Federal, afirmou durante a audiência de custódia que sofreu agressões na unidade prisional de Luziânia (GO). Segundo Marcella Ellen, uma agente penitenciária deu um soco na nuca dela.

Em depoimento, ela disse ainda que está sendo forçada a retirar as extensões de cabelo e cílios, mas que os apliques estariam colados desde a raiz, e a remoção manual não seria possível.

Após ter sido questionada sobre a ida ao Instituto de Medicina Legal (IML), a mulher afirmou que as lesões provocadas pelo noivo não foram examinadas. Depois de ouvir o relato, a promotora do Ministério Público de Goiás definiu que fosse realizado outro exame em Marcella e garantiu que as denúncias serão apuradas.

Entenda o caso

Marcella está presa desde a última quarta-feira (9) após ter confessado que matou o noivo com um tiro em um motel no Distrito Federal. A mulher, que chegou a fugir em direção a Cocalzinho de Goiás (GO), ameaçou um homem para levá-la até São Paulo.

Após não conseguir conduzir o veículo, pediu carona a um caminhoneiro e lhe contou o crime. Ao fazer uma parada em um posto de gasolina, Marcella pediu a ele que acionasse a polícia para que ela se entregasse.

Últimas