Brasília Pacheco: Data de sabatina de Mendonça depende de Alcolumbre

Pacheco: Data de sabatina de Mendonça depende de Alcolumbre

André Mendonça tem enfrentado dificuldades no Senado, diferentemente do procurador-Geral da República (PGR), Augusto Aras

  • Brasília | Sarah Teófilo, do R7, em Brasília

Pedro Gontijo/Senado Federal - 18.08.2021

O presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), disse, nesta terça-feira (24/8), que está a critério do presidente da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), Davi Alcolumbre (DEM-AP), marcar a data da sabatina do ex-advogado-Geral da União (AGU) André Mendonça, indicado pelo presidente Jair Bolsonaro ao cargo de ministro do Supremo Tribunal Federal (STF). 

"Já despachei mensagem para a CCJ. Agora está a critério do presidente Davi Alcolumbre a designação de data para essa apreciação. Assim como outras indicações, CNJ (Conselho Nacional de Justiça), CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público). Nós temos compromisso de dar a agilidade devida a todas elas", afirmou.

Mendonça tem enfrentado dificuldades no Senado, diferentemente do procurador-Geral da República (PGR), Augusto Aras, que passou nesta terça-feira por sabatina na CCJ, tendo sua recondução ao cargo aprovada por 21 votos a 6.

Na última segunda-feira (23), , o ex-AGU esteve no Senado e conversou pessolmente com dois parlamentares. Ao R7, ele disse estar confiante e negou preocupação com a ausência de data para ser ouvido no Senado. "Tudo tem seu tempo certo. Estou tranquilo", afirmou.

Últimas