Brasília Pai e filho assassinados por policial aposentado são enterrados no DF

Pai e filho assassinados por policial aposentado são enterrados no DF

Familiares e amigos se despediram de Edson do Carmo e Warlison Rodrigues no Cemitério de Taguatinga 

  • Brasília | Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

Warlison Rodrigues e Edson do Carmo, vítimas de duplo homicídio

Warlison Rodrigues e Edson do Carmo, vítimas de duplo homicídio

Reprodução

Familiares e amigos se despediram de Edson do Carmo, 63 anos, e Warlison Rodrigues, 31, pai e filho, na manhã deste sábado (14). Consternados, os presentes velaram e enterraram os corpos das vítimas do duplo homicídio ocorrido em Taguatinga na última quinta-feira (12) no cemitério da cidade. O velório começou às 8h e o sepultamento ocorreu às 10h30. 

Warlisson deixou uma filha de 4 anos, a esposa e três irmãos. A família era evangélica e Edson pregava nas igrejas, embora não fosse pastor. Pessoas próximas à família destacaram que a cerimônia foi bonita, mas muito "dura" para todos.

Suspeito do assassinato, o policial civil aposentado Marcos Antonio Santos, que atuou como agente de custódia, foi encontrado morto ao lado da moto usada no crime, em uma chácara próxima à QNL de Taguatinga, um dia depois do crime.

A suspeita é de que o policial tenha disparado contra pai e filho após desavenças relacionadas ao valor do aluguel de um espaço ao lado da padaria que a família tinha em Taguatinga. As vítimas teriam instalado um container de refrigeração e o policial, que seria um dos donos do local, queria reajustar o valor do aluguel em razão da instalação.

"Estamos sem acreditar. Não caiu a ficha. Estamos transtornados com tamanha violência sem qualquer motivo aparente. Nada justifica. Pelo que soubemos, não teve discussão, nada. Eles chegaram e, subindo as escadas, foram alvejados. Nada justifica a atitude dele [do policial civil aposentado]", destacou um amigo das vítimas que não quis se identificar.

De acordo com um amigo de infância de Warlison Rodrigues, o policial e as vítimas discutiram no dia anterior ao crime por conta do espaço ocupado. O aposentado queria a desocupação ou o reajuste do aluguel, mas Warlisson teria dito que não poderia retirar o container imediatamente. No dia seguinte, o policial voltou ao local e matou os dois. Ele fugiu em uma moto e foi encontrado morto no início da tarde de sexta-feira (13).

Últimas