Brasília Pazuello perde status de secretário e vira assessor no governo federal

Pazuello perde status de secretário e vira assessor no governo federal

Ex-ministro da Saúde está nomeado na Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República

  • Brasília | Kelly Almeida e Alexandre de Paula, do R7, em Brasília

Alteração do cargo foi divulgada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (1º)

Alteração do cargo foi divulgada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (1º)

Edilson Rodrigues/Agência Senado

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello perdeu o cargo de secretário de Estudos Estratégicos da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República e agora é assessor na mesma Pasta. A mudança de cargo foi publicada no Diário Oficial da União desta sexta-feira (1º) e é assinada pelo ministro-chefe da Casa Civil, Ciro Nogueira.

O ex-ministro da Saúde ocupava o cargo de secretário havia quatro meses. A função, entretanto, foi extinta na última terça-feira por decreto editado pelo presidente Jair Bolsonaro, sob a justificativa de que “as modificações decorrem de remanejamentos e transformações de cargos, que geram economia de recursos orçamentários”. 

De acordo com a publicação do DOU, Pazuello assume o cargo de "assessor especial da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos da Presidência da República".

Apesar de passar do status de secretário para o de assessor especial, Pazuello continuará com a mesma base de remuneração, de R$ 16.944,90.

Ministério
Pazuello foi ministro da Saúde de 16 de setembro de 2020 a 23 de março de 2021. Ele deixou o cargo depois de um longo período de críticas pela condução da Pasta durante a pandemia, sobretudo em relação à aquisição de vacinas.

O ex-ministro, que substituiu Nelson Teich, tinha sido nomeado secretário especial em 1º de junho deste ano.

Últimas