STF

Brasília PF conclui que deputado Josimar Maranhãozinho lavou dinheiro

PF conclui que deputado Josimar Maranhãozinho lavou dinheiro

Deputado aparece em vídeo segurando maços de dinheiro que seriam fruto de corrupção

  • Brasília | Renato Souza, do R7, em Brasília

Deputado Josimar Maranhãozinho (PL-MA)

Deputado Josimar Maranhãozinho (PL-MA)

Divulgação/Câmara

Em relatório enviado ao STF (Supremo Tribunal Federal), a Polícia Federal apresenta a conclusão de que o deputado Josimar Maranhãozinho (PL-MA) cometeu os crimes de peculato, lavagem de dinheiro e organização criminosa. O parlamentar foi alvo de uma operação da Polícia Federal que investiga desvios de verbas destinadas à saúde.

De acordo com a corporação, o deputado se envolveu em um esquema de corrupção que desviou recursos públicos do Maranhão. Os recursos, de acordo com as diligências, são provenientes de emendas parlamentares. De acordo com fontes ouvidas pelo R7, o relatório com a conclusão do caso foi enviado ao Supremo na quinta-feira da semana passada.

O caso está sob relatoria do ministro Ricardo Lewandowski, que deve encaminhar o parecer da PF à Procuradoria-Geral da República (PGR). Se avaliar que existem elementos suficientes, a procuradoria poderá apresentar denúncia contra Josimar Maranhãozinho, pedir novas diligências ou arquivar o caso. Em imagens feitas em outubro do ano passado, o deputado aparece segurando maços de dinheiro em seu gabinete.

De acordo com a PF, os valores são fruto de corrupção. Um vídeo em que o parlamentar aparece segurando as notas foi publicado por uma revista e também foi anexado ao inquérito.

Últimas