Brasília PF faz acordo de combate ao crime organizado com Polícia Federal argentina

PF faz acordo de combate ao crime organizado com Polícia Federal argentina

Declaração de Intenções prevê estratégias de cooperação contra tráfico de drogas e armas na América do Sul

  • Brasília | Ana Isabel Mansur, do R7, em Brasília

Andrei Passos, diretor-geral da PF, e o ministro de Segurança da Argentina, Aníbal Domingo

Andrei Passos, diretor-geral da PF, e o ministro de Segurança da Argentina, Aníbal Domingo

Polícia Federal/Divulgação - 24.1.2023

A Polícia Federal brasileira e a Polícia Federal da Argentina assinaram nesta terça-feira (24) uma Declaração de Intenções, com o objetivo de estabelecer estratégias de cooperação para combater o crime organizado na América do Sul, especialmente o tráfico de drogas e de armas.

O acordo foi assinado entre o diretor-geral da PF, Andrei Passos Rodrigues, e o Ministro de Segurança da Argentina, Aníbal Domingo Fernández, na sede da pasta do país vizinho. Eles discutiram mecanismos para agilizar a troca de informações de inteligência policial e a realização de atividades operacionais conjuntas entre Brasil e Argentina.

Enquanto esteve em Buenos Aires, Andrei Passos — acompanhado do diretor de Cooperação Internacional da Polícia Federal, Valdecy Urquiz, e do adido da PF na capital argentina, Élzio Vicente da Silva — encontrou-se com o chefe da Polícia Federal Argentina, Juan Carlos Hernandez; com o comandante da Prefectura Naval, General Mario Rubén; e com o Presidente da Ameripol, Andrés Severino.

Passos visitou, ainda, as instalações do Escritório Regional da Interpol em Buenos Aires, onde discutiu estratégias para o fortalecimento da atuação da Interpol na América do Sul. A Polícia Federal apoia as ações da Interpol na região e tem um oficial de ligação destacado para atuar junto à organização internacional na capital argentina.

O diretor-geral da PF seguiu para o Uruguai nesta quarta (25) com a comitiva do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Passos deve se encontrar com o diretor-geral da Polícia Nacional uruguaia.

Últimas