Brasília PM prende suspeito de tentativa de latrocínio em Ceilândia

PM prende suspeito de tentativa de latrocínio em Ceilândia

Homem estava armado e confessou participação no crime, mas negou que tenha esfaqueado o cinegrafista Magno Lúcio

  • Brasília | Carlos Eduardo Bafutto, do R7, e Josiane Ricardo, da Record TV

Mochila de Magno foi encontrada com suspeito

Mochila de Magno foi encontrada com suspeito

PMDF/Divulgação

A Polícia Militar prendeu na noite desta terça-feira (5) um suspeito de participar da tentativa de latrocínio do cinegrafista Magno Lúcio, de 52 anos. Outros dois envolvidos foram detidos mais cedo pela Polícia Civil. O crime ocorreu na segunda-feira (4), em uma parada de ônibus em Ceilândia.

Segundo a PM, o homem preso à noite estava armado e confessou a participação na ocorrência, mas negou que tenha sido o autor da facada. Militares do Grupo Tático Operacional do 10º Batalhão (Gtop 30) encontraram com o suspeito a mochila que foi roubada de Magno Lúcio. 

A Polícia Civil informou que prendeu duas pessoas na tarde de terça, entre eles Moisés Teixeira de Sousa Mattos, de 23 anos. O suspeito foi encontrado no Sol Nascente, com o carro usado no dia do crime. Um rapaz de 17 anos segue foragido. 

O cinegrafista, de 52 anos, foi vítima de tentativa de latrocínio enquanto aguardava o ônibus com outros passageiros e uma parada de ônibus em Ceilândia.  Segundo testemunhas, os bandidos chegaram a deixar o local, mas retornaram para pegar o celular do Magno. Foi nesse momento que ele foi esfaqueado. 

O cinegrafista passou por uma cirurgia e está em estado estável, segundo a mulher dele. Magno foi atendido no Hospital Regional de Ceilândia e depois transferido para o Hospital Anchieta, em Taguatinga. A Polícia Militar informou que ele já acordou e falou com o familiares.

Últimas