Brasília 'Pode ter certeza que a inflação vai baixar neste ano', diz Bolsonaro

'Pode ter certeza que a inflação vai baixar neste ano', diz Bolsonaro

Presidente da República voltou a comparar o resultado de 2021, com 10% de inflação, com os números de 2015

  • Brasília | Sarah Teófilo, do R7, em Brasília

Reprodução/Youtube

Ao comentar o cenário econômico do país nesta segunda-feira (17), o presidente Jair Bolsonaro (PL) disse ter certeza de que a inflação terá redução neste ano. Na semana passada, foi divulgada a alta do IPCA (Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo), que fechou 2021 em 10,06%, segundo o IBGE (Instituto Brasileiro de Geogafia e Estatística), depois de ter terminado 2020 em 4,52%. O presidente remete a situação à pandemia.

"Passamos momentos difíceis na pandemia no tocante à economia, em especial. Mas o Brasil é o país que menos está sofrendo nessa questão perante o mundo, apesar de reconhecer a inflação, o aumento de muitos preços. Mas vamos continuar lutando contra o desemprego, pode ter certeza que a inflação vai baixar nesse ano", afirmou em entrevista à Rádio Viva, transmitida pelas redes sociais do mandatário.

Bolsonaro ainda comparou a inflação de 2021 com o número de 2015, quando a inflação foi de 10,67%, no ano anterior ao impeachment da ex-presidente da República Dilma Rousseff (PT). "A infação no ano passado bateu 10%. 2014, 2015 também bateu 10%, sem qualquer coisa anormal, como, por exemplo, tivemos a pandemia. Peço a Deus para que o Brasil esteja caminhando para o fim da pandemia para voltarmos à nossa normalidade", disse.

Na semana passada, o presidente também fez o mesmo comentário ao falar sobre a inflação. Na ocasião, ele ressaltou que diante do cenário de fechamento de comércios devido à pandemia, a inflação foi algo "natural". "Tivemos a questão do Covid. Com a política do 'fique em casa', a cadeia produtiva sofreu solavancos, e aí a inflação é uma questão natural. Pelo menos 38 milhões de trabalhadores informais perderam o seu ganho", frisou.

Últimas