Brasília Polícia Civil realiza operação contra fraudes em concurso público 

Polícia Civil realiza operação contra fraudes em concurso público 

Durante o cumprimento dos mandados foram apreendidos documentos, telefones celulares e outras provas de suspeitos 

  • Brasília | Giovanna Cardoso e Iasmim Albuquerque*, do R7, em Brasília

Mais de 70 pessoas foram indiciadas 
durante fases da operação

Mais de 70 pessoas foram indiciadas durante fases da operação

PCDF/Divulgação

As polícias civis do Distrito Federal (PCDF) e de Pernambuco (PCPE) cumpriram nesta terça-feira (5) 12 mandados de busca e apreensão em endereços ligados a suspeitos de fraude no concurso público da Polícia Penal do DF.

De acordo com as investigações, alguns candidatos teriam “burlado a isonomia do concurso e se beneficiado indevidamente para a aprovação”.

Durante o cumprimento dos mandados foram apreendidos documentos, aparelhos de telefonia celular e outras provas de novos suspeitos. 

A ação contou com a ajuda da Secretaria de Administração Penitenciária (Seape) que informou a Polícia Civil de possíveis fraudes na realização do concurso público. Ao todo, mais de 70 pessoas foram indiciadas no decorrer das investigações. Dentre elas, membros de organizações criminosas, pessoas que prestaram algum tipo de auxílio às fraudes e os aprovados irregularmente em concursos.

Clique aqui e receba as notícias do R7 no seu WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram
Assine a newsletter R7 em Ponto

A operação chamada "Reação Cadeia" é um desdobramento da investigação que começou em março deste ano. Na época, foram cumpridos 33 mandatos de apreensão no Distrito Federal, em Pernambuco e na Paraíba.

De acordo com a corporação, caso seja comprovado o esquema, os envolvidos poderão responder pelos crimes de fraude a certame de interesse público, organização criminosa e falsificação de documento público, com penas que, somadas, chegam a 15 anos de prisão.

* Sob supervisão de Fausto Carneiro

Últimas