Brasília Polícia Federal prende homem em flagrante por posse de pornografia infantil no DF

Polícia Federal prende homem em flagrante por posse de pornografia infantil no DF

Agentes iriam cumprir mandado de busca e apreensão, porém encontraram ao menos 46 arquivos com cenas de abusos

  • Brasília | Rafaela Soares, do R7, e Pedro Canguçu, da Record TV, em Brasília

Homem foi preso em flagrante com pornografia

Homem foi preso em flagrante com pornografia

Foto: Divulgação/Polícia Federal

Na manhã desta sexta-feira (23), a Polícia Federal prendeu um homem por posse e compartilhamento de, pelo menos, 46 arquivos de pornografia infantil. Os agentes foram até o endereço do suspeito, no Gama, região a 34 km do centro de Brasília, com base em informações encaminhadas por organismos internacionais.

Segundo informações da PF, os policiais iriam cumprir um mandado de busca e apreensão. Porém, com a confirmação de que o suspeito estava em posse dos materiais, ele foi detido. O homem não teve o nome nem a idade divulgados.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram

Segundo o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), adquirir, possuir ou armazenar, por qualquer meio, vídeo ou outra forma de registro que contenha cena de sexo explícito ou pornográfica envolvendo criança ou adolescente é crime, com pena de até quatro anos de prisão e multa.

Operações pelo país

A Polícia Federal tem feito operações em todo o Brasil para coibir esse tipo de crime. Na quarta (21), agentes cumpriram um mandado de busca e apreensão na casa de um morador de Londrina (PR) que compartilhava arquivos de abuso infantil com uma pessoa do México.

Material apreendido com suspeito no Paraná
Material apreendido com suspeito no Paraná Foto: Divulgação/ Polícia Federal

Já nesta quinta (22), outro suspeito foi preso, desta vez em Rio Branco (AC). A investigação teve início com base em relatórios encaminhados pelo National Center for Missing and Exploited Children (NCMEC) à Polícia Federal, que reportaram o armazenamento de conteúdo pornográfico pelo investigado.

Últimas