Brasília Projeto de reajuste para forças de segurança segue para análise do Congresso Nacional

Projeto de reajuste para forças de segurança segue para análise do Congresso Nacional

Presidente Lula assinou nesta quarta-feira (28) texto que prevê 18% de aumento; pagamento será feito em duas parcelas

Reajuste vai ser dividido em duas parcelas

Reajuste vai ser dividido em duas parcelas

PMDF/Divulgação

Após a assinatura do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o projeto que prevê o reajuste de 18% para as forças de segurança do Distrito Federal vai para análise do Congresso Nacional. A proposta prevê o pagamento em duas parcelas - a primeira, de 9%, neste ano, e outra de mesmo percentual em 2024. A bancada do DF no Congresso comemorou a assinatura e já começou a trabalhar para dar agilidade à tramitação (veja vídeo abaixo).

O deputado federal Fred Linhares (Republicanos) comemorou e disse que vai continuar trabalhando para que o texto seja aprovado o mais rápido possível. "[O projeto] vai passar pela Comissão Mista de Orçamento da Câmara e, se aprovado, vai para o plenário", explicou.

Ao R7, o governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), disse estar "muito feliz pelo reconhecimento às forças de segurança e agradecido ao presidente Lula". O governador também publicou nas redes sociais que o projeto é mais um passo importante para nossa sociedade. "Vamos continuar trabalhando para garantir o reconhecimento e a importância dos policiais e bombeiros do Distrito Federal."

O presidente da Câmara Legislativa do DF, Wellington Luiz (MDB), também comemorou o envio do projeto e disse que a expectativa é votá-lo na próxima semana. "É um gesto de carinho, de respeito e de reconhecimento às forças de segurança. Por isso, a gente agradece muito. O presidente Lula foi mais uma vez fundamental na vida desses servidores", afirmou.

"Ao longo dos últimos quatro anos do governo anterior, as forças de segurança receberam aumento de 8%, sendo que 4% foi reduzido por conta da reforma da previdência. E aqui, no primeiro ano de governo, nos primeiros seis meses, o presidente da República faz esse gesto que a gente agradece, fica muito feliz", avaliou o deputado federal Rafael Prudente (MDB-DF).

Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram

O senador Izalci Lucas (PSDB-DF) destacou, na bancada do Senado, que o projeto contempla "exatamente a proposta do GDF [Governo do Distrito Federal]".

Últimas