Brasília Receita Federal lança concurso com 699 vagas de nível superior

Receita Federal lança concurso com 699 vagas de nível superior

Oportunidades são para os cargos de analista tributário e auditor fiscal; remunerações vão de R$ 11 mil a R$ 21 mil

  • Brasília | Carlos Eduardo Bafutto, do R7, em Brasília

Delegacia da Receita Federal  em São Paulo

Delegacia da Receita Federal em São Paulo

Edu Garcia/R7 - 26.04.2022

A Receita Federal lançou, nesta segunda-feira (5), o edital para concurso público com 469 vagas de analista tributário e 230 de auditor fiscal. Ao todo, são 699 oportunidades para quem tem nível superior em qualquer área de formação. As remunerações iniciais são de R$ 21.029,09 para o cargo de auditor fiscal e de R$ 11.684,39 para analista tributário. 

O concurso é organizado pela Fundação Getulio Vargas (FGV) e será realizado em duas etapas. A primeira terá prova objetiva, prova discursiva (ambas de caráter eliminatório e classificatório) e pesquisa de vida pregressa — de caráter eliminatório. Já a segunda etapa é o curso de formação profissional, também de caráter eliminatório.

As inscrições começam em 12 de dezembro e vão até 19 de janeiro, no site oficial da banca organizadora FGV. As taxas de inscrição serão de R$ 115 para analistas e R$ 210 para auditores.

VEJA AQUI O EDITAL DO CONCURSO DA RECEITA FEDERAL

Provas

As provas objetivas e discursivas serão aplicadas em todas as capitais do país, na provável data de 19 de março, com 140 questões de múltipla escolha de conhecimentos básicos e específicos.

Para o cargo de auditor fiscal, a prova discursiva apresentará duas questões sobre o conteúdo programático de conhecimentos específicos. Já os candidatos ao cargo de analista tributário terão que responder uma questão discursiva de conhecimentos específicos. 

Os candidatos aprovados nas provas serão convocados para a realização da Pesquisa de Vida Pregressa. Trata-se de etapa eliminatória, e o candidato será considerado recomendado ou não recomendado. Essa etapa examina o perfil social do candidato sobre a vida pregressa e atual, social, funcional, civil e criminal.

O levantamento serve para apontar se existe incompatibilidade do candidato para exercer funções inerentes aos cargos previstos no edital, dada a natureza e o grau de responsabilidades pertinentes ao cargo.

Curso de Formação

O curso de formação será online, com provas realizadas presencialmente em até cinco cidades: Brasília (DF), Manaus (AM), Recife (PE), São Paulo (SP) e Curitiba (PR). Está prevista também uma semana de integração presencial dos candidatos. O candidato classificado para essa etapa deverá informar, no ato da matrícula do curso, em qual polo deseja realizar as provas presenciais e participar da semana de integração. 

A alocação dos candidatos em cada polo considerará a classificação obtida na primeira etapa do concurso, a ordem de preferência indicada pelo candidato e a disponibilidade de vagas em cada polo. 

Últimas