Brasília Serviços do Tribunal de Justiça do DF voltam a funcionar após suposto ataque hacker

Serviços do Tribunal de Justiça do DF voltam a funcionar após suposto ataque hacker

Retorno é parcial, pois o expediente segue suspenso até esta quinta (4); prazos de processos também continua interrompido

  • Brasília | Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

TJDFT

TJDFT

Samuel Figueira/ TJDFT

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territórios (TJDFT) conseguiu restabelecer o funcionamento parcial do site e do Sistema Processo Judicial eletrônico (PJe). As páginas estavam fora do ar desde a madrugada do último domingo (31), após um suposto ataque hacker ao datacenter da instituição.

Após o ataque, o TJDFT teve de suspender o expediente, que ainda não foi retomado. Enquanto isso, a Corte está funcionando em sistema de plantão para atender medidas urgentes, "como habeas corpus, medidas protetivas e medidas que impliquem perecimento de direito, alimentos, entre outras".

De acordo com o TJDFT, usuários terão acesso, nesse primeiro momento, ao sistema do PJe de 1° e 2° graus, "bem como ao painel antigo e à visualização de documentos". As páginas ainda podem apresentar instabilidade. Além do expediente, a Corte também suspendeu os prazos de respostas dos processos.

Por meio de nota, o tribunal explicou que as páginas foram tiradas do ar "como medida de segurança no último domingo, 31/7, após detecção de atividade suspeita".

Últimas