Brasília Shih tzu tem patas amputadas após ataque de pit bulls no DF

Shih tzu tem patas amputadas após ataque de pit bulls no DF

Cães do vizinho fugiram do canil e atacaram a cadelinha pelas grades da residência em Samambaia, no último domingo

  • Brasília | Edis Henrique Peres, do R7, em Brasília

Cadela passou por cirurgia, e quadro é estável

Cadela passou por cirurgia, e quadro é estável

Arquivo cedido ao R7

Uma cadela da raça shih tzu teve as patas amputadas após sofrer um ataque de pit bulls em Samambaia, no Distrito Federal, no último domingo (24). O ataque aconteceu entre as grades da casa onde o animal estava, após os dois pit bulls fugirem do canil do vizinho. O caso foi registrado na 26ª Delegacia de Polícia, unidade de flagrante da capital do país, e é investigado como omissão de cautela na guarda e condução de animais.

Segundo depoimento prestado pelo dono da shih tzu de 9 anos, por volta das 6h40, ele ouviu a a cadelinha, chamada Daiane, ganindo na garagem. Ao olhar pela janela, notou que o animal estava sendo atacado por outros dois cachorros, que a abocanharam pelas patas por entre as grades da casa.

Compartilhe esta notícia no WhatsApp
Compartilhe esta notícia no Telegram

Para tentar conter o ataque dos pit bulls, o tutor de Daiane usou um cabo de vassoura, o que não adiantou. Os cachorros só largaram a shih Tzu quando o vizinho os atacou com uma barra de ferro, fugindo para a rua de baixo. A shih Tzu sofreu ferimentos graves, e precisou amputar uma pata dianteira e outra traseira.

A cadelinha foi levada às pressas ao médico veterinário, que, em relatório de atendimento, destacou a amputação dos membros torácicos esquerdo e pélvico direito. Segundo relatos de familiares ouvidos pelo R7, o quadro do animal é estável, mas Daiane ainda está à base de morfina. “A médica falou que daqui uns três a dois dias tira a morfina para ver em qual estado ela vai ficar, porque, por enquanto, ela ainda sente muita dor”.

Fuga de madrugada

Segundo o relato do dono dos pit bulls à Polícia Civil do Distrito Federal, os animais teriam fugido de madrugada sem que ele notasse. Assim que ficou sabendo pelo vizinho sobre a fuga, ele saiu para procurar os animais e os prendeu novamente. O homem alega que essa foi a primeira vez que os pit bulls fugiram da residência, e se comprometeu a pagar os gastos veterinários com o shih tzu.

Últimas