Brasília Todas as doses da Pfizer entregues até março serão para crianças

Todas as doses da Pfizer entregues até março serão para crianças

Informação foi dada pelo secretário-executivo do Ministério da Saúde. Para janeiro, são esperados 3,74 milhões de unidades 

  • Brasília | Bruna Lima, do R7, em Brasília

Frasco de vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19

Frasco de vacina da Pfizer/BioNTech contra a Covid-19

Jack Guez/AFP - Arquivo

O Ministério da Saúde anunciou que todas as novas doses a ser entregues pela Pfizer ao Brasil neste primeiro trimestre de 2022 serão pediátricas. A informação foi dada pelo secretário-executivo da pasta, Rodrigo Cruz, nesta quarta-feira (5), em coletiva sobre o anúncio da inclusão de crianças de 5 a 11 anos no PNO (Plano Nacional de Operacionalização da Vacinação contra Covid-19), conforme adiantou o R7.

A vacina pediátrica da Pfizer é a única que recebeu aval da Anvisa (Agência Nacional de Vigiância Sanitária) para aplicação no Brasil até o momento. Ela será administrada em duas doses de 10 microgramas com oito semanas de intervalo entre cada uma. Trata-se de um terço da dose administrada a adolescentes e a adultos.

"No nosso contrato assinado já estava previsto o máximo de doses alocadas para esse primeiro trimestre, de 20 milhões. Então todas as doses do primeiro trimestre contratualmente assinadas  serão de doses pediátricas e, para isso, precisamos assinar e firmar um aditivo de contrato, que foi assinado no dia 28 de dezembro", afirmou Cruz.

Para janeiro, a pasta calcula receber 3,74 milhões de unidades, com previsão de chegada em três lotes, nos dias 13, 20 e 27 do mês. As vacinas serão distribuídas respeitando a proporcionalidade da população dos estados e do Distrito Federal.

Cruz ainda ressaltou que a previsão das vacinas pediátricas já estava incluída nas tratativas com a Pfizer desde outubro de 2021. Trata-se do terceiro contrato prevendo 100 milhões de doses para 2022. Nele, o ministério garantiu direito a vacinas mais atuais, no caso de reformulação em razão do surgimento de novas cepas, e a doses para contemplar todas as faixas etárias a ser acrescidas no PNO. 

Segundo o secretário, a pasta indicou à farmacêutica que a população pediátrica brasileira girava em torno de 20,5 milhões de pessoas e, "em havendo aprovação, essas doses deveriam ser priorizadas no envio desse terceiro contrato". 

A Pfizer confirmou ter firmado acordo com o governo federal para o fornecimento inicial de 20 milhões de doses da vacina para crianças, com entrega estimada para o 1º trimestre de 2022. "As doses direcionadas à imunização da faixa etária entre 5 e 11 anos começam a ser entregues ao Ministério da Saúde a partir da semana de 10 de janeiro", disse a farmacêutica. 

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, lembrou a necessidade de adquirir um total de 40 milhões de doses exclusivamente para crianças. "Não sabemos, ainda, qual será a taxa de adesão dos pais a essa vacinação e os pedidos dependem dessa velocidade da vacinação e capacidade de entrega pela indústria", disse, reiterando que, para "todos aqueles que quiserem vacinar seus filhos, o Ministério da Saúde vai garantir doses da vacina".

Últimas