Meio Ambiente

Brasília Tribunal de Justiça do DF economiza R$ 7,8 milhões com papel, água e energia em um ano

Tribunal de Justiça do DF economiza R$ 7,8 milhões com papel, água e energia em um ano

Redução foi verificada em 2021 e comparada a 2020; também estão entre os destaques a economia de gastos com resíduo e copos

  • Brasília | Do R7, em Brasília

Tribunal alcançou, em 2019 e 2020, o 4º lugar no ranking dos 27 tribunais estaduais

Tribunal alcançou, em 2019 e 2020, o 4º lugar no ranking dos 27 tribunais estaduais

Divulgação

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e dos Territorios (TJDFT) economizou R$ 7,86 milhões ao longo do ano passado, comparado a 2020. A redução foi alcançada com a adoção de boas práticas, por meio da Política de Sustentabilidade do órgão, alinhada à Agenda 2030 da Organização das Nações Unidas (ONU). A informação foi divulgada às vésperas do Dia Mundial do Meio Ambiente, comemorado nesse domingo (5).

Selo apresentado pelo TJDFT

Selo apresentado pelo TJDFT

DIVULGAÇÃO/TJDFT

Entre os destaques, estão a economia de gastos com papel, água, energia, resíduo e copos. De acordo com o Tribunal, um painel eletrônico de dados permite o monitoramento mensal das despesas com os 20 maiores contratos de logística do órgão. O controle está integrado ao Plano de Logística Sustentável do TJDFT, cuja apresentação detalhada está disponível para consulta.

LEIA TAMBÉM: Presidente do TJDFT se declara suspeito para julgar caso de Arruda

"O Tribunal alcançou, nos anos de 2019 e 2020, o 4º lugar no ranking dos 27 tribunais estaduais, na avaliação do Índice de Desempenho da Sustentabilidade, monitorado pelo Conselho Nacional de Justiça (CNJ), e aguarda a divulgação referente ao ano de 2021", detalhou o TJDFT.

Últimas