Eleições 2022

Brasília TSE abre canal para população denunciar fake news

TSE abre canal para população denunciar fake news

Sistema de Alerta de Desinformação Contra as Eleições pode ser usado para denúncias sobre notícias falsas sobre o pleito

  • Brasília | Alan Rios, do R7, em Brasília

Celular com aplicativo WhatsApp

Celular com aplicativo WhatsApp

Pixabay - Arquivo

O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) lançou, nesta terça-feira (21), uma plataforma para que a população denuncie fake news. No Sistema de Alerta de Desinformação Contra as Eleições, disponível no site do TSE, os brasileiros podem relatar informações falsas sobre as eleições e, dependendo da gravidade, autoridades como o Ministério Público Eleitoral podem tomar medidas legais cabíveis.

Segundo o TSE, o sistema está apto a receber notícias falsas, descontextualizadas ou manipuladas sobre o processo eleitoral brasileiro, além de postagens com discurso de ódio ou qualquer tipo de incitação à violência que visem atacar a integridade eleitoral ou agentes públicos envolvidos no processo.

"A partir de agora, qualquer pessoa poderá acessar esse sistema, que já está disponível no site do Tribunal Superior Eleitoral, e reportar episódios envolvendo a circulação de notícias falsas, portadoras de inverdades sobre o sistema eleitoral brasileiro, que atentem contra a imagem de segurança e integridade do processo de votação e que possam afetar a normalidade do pleito eleitoral", anunciou o ministro Edson Fachin, presidente do TSE.

Nas eleições municipais de 2020, a Justiça Eleitoral lançou um canal exclusivo para esse serviço no WhatsApp. Naquele ano, a plataforma recebeu 5.229 denúncias de comportamentos inautênticos e o aplicativo de mensagens baniu 1.042 contas que fizeram disparos em massa.

Últimas