Brasília TSE nega recurso do PT por suposta propaganda eleitoral antecipada de Michelle Bolsonaro

TSE nega recurso do PT por suposta propaganda eleitoral antecipada de Michelle Bolsonaro

Defesa disse que ex-primeira-dama apenas parabenizou mulheres pelo Dia das Mães e falou de atos de governo, sem ligar às eleições

  • Brasília | Gabriela Coelho, do R7, em Brasília

Sede do Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília

Sede do Tribunal Superior Eleitoral, em Brasília

Marcello Casal Jr/Agência Brasil

Por unanimidade, os ministros do Tribunal Superior Eleitoral rejeitaram nesta terça-feira (23) um recurso do Partido dos Trabalhadores (PT) por suposta propaganda eleitoral antecipada da ex-primeira-dama Michelle Bolsonaro no pronunciamento em cadeia nacional em comemoração do Dia das Mães.

Os ministros analisaram um recurso do ministro Raul Araújo contra a decisão. Ele julgou a ação improcedente em junho do ano passado.

Compartilhe esta notícia pelo WhatsApp
Compartilhe esta notícia pelo Telegram

Na época, Araújo afirmou que a fala de Michelle "se limitou estritamente à exposição e ao esclarecimento à população, de maneira bem objetiva, da situação geradora da convocação, qual seja, a celebração do Dia das Mães e as ações implementadas pelo governo federal direcionadas a mulheres e mães brasileiras".

No início do julgamento desta terça-feira, a defesa afirmou que, no vídeo, Michelle apenas parabenizou as mães pela data e falou de atos de governo, sem fazer ligação com as eleições.  

Últimas