Brasília Vídeo: diretor de escola acerta 'voadora' em estudante no DF

Vídeo: diretor de escola acerta 'voadora' em estudante no DF

Ele disse que agiu para separar uma briga entre dois alunos; a ação foi filmada e a Secretaria de Educação investiga o caso

  • Brasília | Luiz Calcagno, do R7, em Brasília

Momento em que o diretor atinge um dos estudantes envolvidos na briga

Momento em que o diretor atinge um dos estudantes envolvidos na briga

Redes sociais/Reprodução

A onda de violência em escolas públicas no Distrito Federal ganhou mais um capítulo. Dessa vez, com a participação do diretor do Centro de Ensino Fundamental 8, em Taguatinga, que acertou uma "voadora" nas costas de um aluno do lado de fora da escola.

O homem disse que acertou o estudante para separar uma briga. A ação foi filmada. No vídeo, é possível ver dois garotos se atracando. Um deles está por cima, segurando o adversário pelas costas. O segundo menino tenta se desvencilhar, mas não consegue.

Estudantes filmam e comentam a briga. Um segundo jovem, também com uniforme da instituição, aproxima-se para tentar separar os colegas. O diretor se aproxima de longe, e antes de aparecer no vídeo, é possível ouvir os meninos gritando que ele está vindo.

Alguns segundos depois, o diretor da unidade avança correndo e salta sobre os dois. No pulo, ele encolhe a perna esquerda e acerta com a direita nas costas do garoto que está por cima. O menino cai do lado do adversário.

Depois do chute, ele se levanta e corre. O diretor, então, ajuda o adolescente que estava por baixo a se levantar. O estudante que se aproximou para ajudar a separar a briga também se afasta.

De acordo com a Secretaria de Educação, a corregedoria do órgão está apurando o caso. O diretor foi afastado do cargo.

Casos recorrentes

Na última terça-feira (22), durante uma discussão, uma jovem apontou um revólver para o rosto de uma estudante. O caso aconteceu em frente ao Centro Educacional São Francisco, em São Sebastião (DF), e foi filmado por outros alunos. Também nesta terça, um estudante de 15 anos esfaqueou uma colega de 14 anos dentro do Colégio Fundamental do Bosque, também em São Sebastião.

Em outro caso de violência, no Centro de Ensino Médio 3, em Ceilândia, na última sexta-feira (18), um estudante foi esfaqueado depois de trocar agressões com outro jovem. E, em 9 de março, quatro adolescentes foram filmados brigando no pátio de uma escola em Santa Maria.

A Secretaria de Educação está coordenando um trabalho conjunto com as pastas de Saúde, Segurança Pública e Juventude para tentar conter a onda de violência nas instituições públicas de ensino do DF. Uma das medidas práticas a serem adotadas será a presença do Batalhão Escolar da PM nas unidades com maiores números de casos.

Últimas