Logo R7.com
Logo do PlayPlus
R7 Brasília
Publicidade

Vídeo: homem segura cachorro no ombro para evitar ataque de pitbull

Animal de grande porte estava sem focinheira no momento do ataque; caso aconteceu em Taguatinga, nesta segunda-feira (21)

Brasília|Karla Beatryz*, do R7, em Brasília


Um homem salvou seu cachorro do ataque de um pitbull na manhã desta segunda-feira (21), em Taguatinga, no Distrito Federal. Imagens de uma câmera de segurança mostram o momento em que o homem estava passeando com o cão de pequeno porte quando foi surpreendido por um pitbull solto e sem focinheira. O tutor tenta afastar o animal, mas precisa colocar seu cachorro no ombro para evitar o ataque.

Homem pega cachorro no colo para evitar ataque de pitbull
Homem pega cachorro no colo para evitar ataque de pitbull

O vídeo mostra o cão pulando ao redor do homem para tentar alcançar o cachorro, que estava no alto. Algumas pessoas que passavam na rua tentaram, sem sucesso, distrair o pitbull do ataque e afastá-lo do tutor, que estava incapaz de se defender.

Cerca de um minuto após o início da confusão, o tutor do pitbull chegou ao local correndo, colocou a guia no animal e saiu com ele preso, mas ainda sem focinheira.

A Polícia Civil e a Polícia Militar não foram acionadas após o ataque.

Publicidade

Outros casos

Em janeiro deste ano, uma mulher de 23 anos foi mordida no nariz por um cão da raça pitbull e teve que passar por cirurgia. O ataque aconteceu em um condomínio em Vicente Pires (DF). A vítima passeava com um cachorro menor quando foi atacada ao tentar defender o animal da agressão.

Em abril, uma menina sofreu ferimentos nas mãos após ser atacada e derrubada por dois cachorros da raça pastor-alemão, em um condomínio em Sobradinho (DF). A menina andava na rua com outro morador, quando o tutor dos cachorros abriu o portão da garagem e os animais saíram em direção à jovem.

Publicidade

Ainda em abril, um pitbull atacou três irmãs, dentro de uma casa, no Setor de Chácaras Sucupira, no Riacho Fundo I. O Corpo de Bombeiros precisou ser acionado para resgatar as meninas que se trancaram em casa depois do ataque. Segundo a corporação, o cachorro estava enfurecido e precisou ser apreendido pela Polícia Militar devido aos ataques recorrentes.

O que diz a lei

A Lei Distrital 2.095/1998 prevê medidas para garantir a integridade física das pessoas e proíbe a permanência de cães soltos nas vias públicas ou em locais de livre acesso ao público. A permanência dos cães de grande porte é permitida com coleira e guia, por pessoas com tamanho e força necessários para mantê-los sobre controle.

O texto, no entanto, não define o tamanho exato ou a raça dos animais que devem permanecer com guia e coleira. As especificações para o uso de focinheira são aos animais de raça destinadas à guarda ou ataque, que deverão usar o equipamento quando em trânsito por locais de livre acesso ao público. A lei também é válida para animais de comportamento habitualmente agressivo, mesmo sem raça definida.

*Estagiária sob supervisão de Fausto Carneiro.

Últimas

Utilizamos cookies e tecnologia para aprimorar sua experiência de navegação de acordo com oAviso de Privacidade.