Brasília Vídeo: manifestantes indígenas invadem aeroporto de Brasília 

Vídeo: manifestantes indígenas invadem aeroporto de Brasília 

O grupo está acampado em frente ao QG do Exército, questiona o resultado das urnas e pede intervenção militar 

  • Brasília | Bruna Lima, do R7, em Brasília

Manifestantes indígenas que apoiam o presidente Jair Bolsonaro (PL) invadiram nesta sexta-feira (2) a área de embarque do aeroporto de Brasília. Eles fazem parte dos grupos caiapós, do Pará, e xavantes, de Mato Grosso, que também têm representantes acampados no QG do Exército desde o fim das eleições presidenciais.

Com mensagens escritas em português e inglês para o "mundo", os indígenas se manifestam contra a censura. "Mundo, o Brasil pede socorro", diz um cartaz. Outros alegam que a imprensa é "corrupta" e "não mostra a verdade para o mundo". 

Manifestantes indígenas invadem área de embarque do aeroporto de Brasília

Manifestantes indígenas invadem área de embarque do aeroporto de Brasília

Vídeo/Reprodução

Crianças e idosos com vestes e adereços indígenas fazem parte do protesto, que, até a tarde de sexta-feira, continuava em uma das salas de embarque para voos domésticos. Pessoas com roupa verde e amarela também estavam juntas ao grupo em apoio a Bolsonaro. 

Os manifestantes entoavam gritos de protesto contra o presidente eleito, Luis Inácio Lula da Silva (PT), e até mesmo contra o Supremo Tribunal Federal (STF), e legavam que a Corte foi quem elegeu o petista. Eles querem intervenção militar e questionam o resultado das urnas. 

Leia tambéem: Governador diz ao STF que DF terá impacto de dezenas de bilhões de reais com piso da enfermagem

A Inframérica, administradora do aeroporto, confirmou a invasão e a atuação dos vigilantes do terminal aéreo para conter o grupo. A Polícia Federal acompanhava a situação. "A Polícia Militar e o Corpo de Bombeiros Militar também foram acionados. A operação segue normal e está concentrada em outra sala de embarque do terminal", disse a concessionária, em nota oficial. 

Últimas