Cidades Adolescente que matou aluna em escola anunciou ataque em redes sociais de forma cifrada, diz polícia

Adolescente que matou aluna em escola anunciou ataque em redes sociais de forma cifrada, diz polícia

Polícia Civil considera que jovem teria agido sozinho, mas apura se houve participação de outra pessoa no atentado

  • Cidades | Do R7

O adolescente de 14 anos que invadiu uma escola em Barreiras (BA) e matou Geane de Silva de Brito, uma aluna cadeirante de 19 anos, avisou sobre o ataque nas redes sociais de forma cifrada.

A informação foi divulgada pela Polícia Civil baiana, em comunicado acerca do atentado desta segunda-feira (25).

Ainda segundo a corporação, a apuração inicial dá conta de que o jovem teria agido sozinho.

No entanto, a 11ª Coordenadoria Regional de Polícia do Interior (Coorpin/Barreiras) analisa se houve a participação de outra pessoa no ataque.

Alunos escaparam correndo após o ataque

Alunos escaparam correndo após o ataque

Reprodução/Record TV

Adolescente matou uma estudante, foi baleado e está internado

O autor do crime, um adolescente de 14 anos, pulou o muro da escola e atacou a jovem com armas brancas e disparo de arma de fogo. A estudante não resistiu.

O jovem foi baleado por uma terceira pessoa, ainda não identificada, e foi internado em estado grave em uma unidade de saúde da região.

Últimas