Cidades Chefe da facção que comandava os ataques no Rio Grande do Norte morre em confronto com a polícia

Chefe da facção que comandava os ataques no Rio Grande do Norte morre em confronto com a polícia

Corporação fazia operação em uma cidade do Ceará. Ao ser abordado, Francisco Freitas atirou contra os agentes e foi alvejado

  • Cidades | Isabelle Amaral, do R7, com Record TV

Homem tentou atirar nos policiais

Homem tentou atirar nos policiais

Reprodução/Record TV

Um dos chefes da facção que comandava os ataques que ocorrem no Rio Grande do Norte há oito dias, morreu em confronto com a polícia na manhã desta terça-feira (21). A informação foi confirmada ao R7 pela Secoms (Secretaria de Comunicação Social da Polícia Civil).

O confronto ocorreu durante uma operação da Polícia Civil na cidade de Icapuí, no Ceará. Francisco Allison de Freitas, mais conhecido como "Nazista", de 29 anos, atirou contra os policiais, foi alvejado e morreu no hospital, após ser socorrido.

Com o homem, foram apreendidas uma arma de fogo e munições. Ainda segundo a Secoms, o homem comandava os ataques da facção na cidade de Mossoró e região. 

Em recente operação da Polícia Civil, foram apreendidos quase 100 litros de gasolina e munições em um dos endereços de Freitas. Na ocasião, a ocorrência aconteceu em um lava-jato na cidade de Mossoró, na última quarta-feira (15).

Força-tarefa

A operação ocorreu conjuntamente com o Laboratório de Operações Cibernéticas, das Forças-Tarefa (Natal e Mossoró) e do Estado da Paraíba, de combate ao crime organizado. Aproximadamente 20 agentes da segurança pública participaram da ação na manhã de hoje (21).

As Forças-Tarefa são compostas da Polícia Federal, Polícia Militar, Polícia Civil, Senappen (Secretaria Nacional de Políticas Penais), Seap (Secretarias de Administração Penitenciária), Secretarias de Segurança Pública e Defesa Social e da Senasp (Secretaria Nacional de Segurança Pública).

Últimas