Diário Digital Bares e restaurantes tiveram blitz educativa para falar sobre combate à violência contra a mulher

Bares e restaurantes tiveram blitz educativa para falar sobre combate à violência contra a mulher

Em comemoração aos 122 anos de Campo Grande, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Política Pública pra Mulheres (Semu), está visitando bares e restaurantes para falar sobre o Agosto Lilás, mês da campanha de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher. Instituída por meio da Lei Estadual nº 4.969/2016, a campanha objetiva […] O post Bares e restaurantes tiveram blitz educativa para falar sobre combate à violência contra a mulher apareceu primeiro em Diário Digital.

Em comemoração aos 122 anos de Campo Grande, a Prefeitura, por meio da Secretaria de Política Pública pra Mulheres (Semu), está visitando bares e restaurantes para falar sobre o Agosto Lilás, mês da campanha de enfrentamento à violência doméstica e familiar contra a mulher.

Instituída por meio da Lei Estadual nº 4.969/2016, a campanha objetiva intensificar a divulgação da Lei Maria da Penha, sensibilizar e conscientizar a sociedade sobre o necessário fim da violência contra a mulher, divulgar os serviços especializados da rede de atendimento à mulher em situação de violência e os mecanismos de denúncia existentes

Nesta sexta-feira (7), o Bar Mercearia (Rua 15 de Novembro, 1064), Choperia Madalena (Rua 14 de Julho, 4763), Pizzaria Dom Pauligi (Rua Arthur Jorge, 933), 480 Graus Arte Della Pizza (Av. Monte Castelo, 79) e Priya Comida Indiana (Rua 25 de Dezembro, 2062) receberam a visita das equipes da Semu em blitz educativa.

A subsecretária de Política Pública para Mulheres, Carla Stephanini falou da importância de conscientizar as pessoas pelo fim da violência contra a mulher. “Neste ano celebramos 15 anos da Lei Maria da Penha é preciso comemorar com ações em locais que as mulheres frequentam e alertar sobre como procurar ajuda, pois muitas sofrem relações abusivas, ou estão com medidas protetivas, e na hora de sair pro lazer podem sofrer alguma violência”, disse.

Gerente do Bar Mercearia, Ivan Rodrigues, disse que a blitz é muito importante até porque os bares são frequentados pelo público feminino. “Toda ação é válida e o propósito é muito bom”, afirmou.

Para a empresária Michele Melquiades as mulheres frequentam os bares e, principalmente os homens, precisam se conscientizar. “Quando o assunto é falado, perde-se tabus, as mulheres vão entender o processo de violência e se sentirão seguras para pedir ajuda, denunciar e tomar as providencias que precisa”, disse.

Presidente da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes de Mato Grosso do Sul (Abrasel/MS), Juliano Wertheimer, afirmou que iniciativa da Prefeitura de Campo grande é de extrema importância e os empresários de bares e restaurantes se sentem muito satisfeitos de poder fazer parte desta ação. “Esta campanha não leva somente informação para homens e mulheres que frequentam nossos estabelecimentos, mas também estimula o debate entre os funcionários do setor”, frisou.

Mulheres que precisarem de ajuda podem ligar direto na Policia Militar – 190 – ou na Patrulha Maria da Penha – 153.

O post Bares e restaurantes tiveram blitz educativa para falar sobre combate à violência contra a mulher apareceu primeiro em Diário Digital.

Últimas