Diário Digital Pitbull que mordeu idoso de 60 anos foi eutanasiado na Capital

Pitbull que mordeu idoso de 60 anos foi eutanasiado na Capital

A vítima ficou internada, teve um agravamento em sua situação clínica e morreu na Santa Casa

Diário Digital

Diário Digital

Diário Digital

O cachorro da raça Pitbull que mordeu um idoso no dia 14 de janeiro, foi eutanasiado pela equipe do Centro De Controle De Zoonoses (CCZ) nesta quarta-feira (24). Ele estava com suspeita de raiva, mas ficou em observação e foi descoberto que o animal estava em estado avançado de leishmaniose.

De acordo com a Secretaria Municipal de Saúde (Sesau), não houve manifestação clínica da doença no período protocolar em que o animal ficou em observação, desta forma, o órgão descartou a infecção por raiva no animal.

"Porém, o mesmo apresentava sinais e estado avançado por leishmaniose, sendo procedido à realização de eutanásia em razão do não aparecimento do tutor, seguindo o que é preconizado pelo Sistema Único de Saúde (SUS)", informou a Sesau.

Na data, o filho da vítima informou que o idoso de 60 anos foi mordido na mão direita pelo animal no último domingo (14), no bairro Los Angeles, mas ele não sabia relatar de onde o cachorro veio e nem de quem o pertencia.  

Diante da situação, ele ficou internado por quatro dias na Santa Casa e teve um agravamento em sua situação clínica. Mas, a vítima teve um agravamento na situação clínica e apresentou disfunção hepática e renal e disfunção orgânica múltipla e veio a óbito.

Com esse episódio, o cão foi recolhido pelo CCZ e, segundo o filho do homem, o animal apresentava aspectos de raiva. O caso foi registrado como morte a esclarece na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac-Cepol).
 

Últimas