Folha Vitória Baleia de 20 toneladas é encontrada morta em praia de Guarapari

Baleia de 20 toneladas é encontrada morta em praia de Guarapari

De acordo com o fundador do Instituto Orca, Lupércio Barbosa, o animal pesa, aproximadamente 20 toneladas, e está em um local onde será difícil realizar a retirada

Folha Vitória

Uma baleia foi encontrada encalhada e morta, na manhã desta quarta-feira (11), na Praia do Riacho, em Guarapari. Em um vídeo feito por populares, é possível ver o animal próximo a água, sendo atingido pelas ondas.

De acordo com o fundador do Instituto Orca, Lupércio Barbosa, o animal pesa, aproximadamente 20 toneladas, e está em um local onde será difícil realizar a retirada.

"Estamos com uma equipe desde as primeiras horas de hoje, mas com dificuldades, dadas as condições geográficas e da própria estrutura por parte da prefeitura de não ter os equipamentos necessários. O local tem areia de granulação e máquina de tração não foi suficiente. Outra máquina está indo para o local", explicou.

Segundo Barbosa, caso não seja possível fazer a retirada da carcaça, possivelmente uma nova cheia da maré irá mover a baleia para outro local.

"Nossa equipe está lá para ajudar, mas dependemos do trabalho da prefeitura. Precisamos fazer o trabalho de necropsia e no local não é possível enterrar a baleia, pois é próximo da água", disse.

Foto: Leitor | Whatsapp Folha Vitória
Folha Vitória

Folha Vitória

Folha Vitória

De acordo com a Prefeitura de Guarapari, a Secretaria de Meio Ambiente e Agricultura (Semag), juntamente com o Instituto Orca, foram até o local para realizar o recolhimento da carcaça do animal.

Número de baleias encontradas mortas preocupa

Segundo Lupércio, somente nesta temporada migratória, esta já é a 12ª baleia encontrada encalhada no Espírito Santo, número que já ultrapassa uma centena em todo o Brasil. Para ele, o problema pode estar associado a outras condições.

"A questão que é mais importante é ambiental. No Brasil está em torno de 105 baleias encontradas mortas e ainda estamos na metade da temporada migratória. Este número elevado pode estar associado a outros problemas, como nutricional, por exemplo. Neste ano vieram menos baleias para o litoral capixaba. Elas procuraram mais o litoral de Santa Catarina, onde tem o maior número de baleias mortas. Algo pode estar interferindo na saúde desses animais", afirma.

Últimas