Folha Vitória VÍDEO | Tartarugas presas em rede de pesca de 300 metros são resgatadas em Vitória

VÍDEO | Tartarugas presas em rede de pesca de 300 metros são resgatadas em Vitória

A ação aconteceu em uma área de proteção ambiental, conhecida como Baía das Tartarugas

Quatro tartarugas-marinhas foram resgatadas após serem encontradas presas em uma rede de pesca de 300 metros, na noite de quinta-feira (10). A ação aconteceu em uma área de proteção ambiental, conhecida como Baía das Tartarugas. 

Agentes da Fiscalização Ambiental da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e policiais ambientais encontraram a armadilha irregular e os animais foram devolvidos ao mar após passarem por uma avaliação.

Para proteger a fauna marinha, a lei 9077/2017 proíbe a pesca utilizando qualquer tipo de rede na Capital, como de emalhe, de espera, de cerco ou de arrasto.

Quem for flagrado pescando com qualquer categoria de rede na baía do Espírito Santo e nos canais de Vitória e Camburi terá todo o material apreendido, pagará multa — que podem variar de R$ 700,00 a R$ 100 mil, e ainda responderá a processo por crime ambiental.

Segundo o secretário de Meio Ambiente de Vitória, Tarcísio Foeger, uma constante fiscalização vem sendo feita. Denúncias podem ser registradas, ainda, pelo Fala Vitória 156

“Estamos monitorando de perto e fiscalizando, de maneira contínua, as baías e canais de Vitória, com ações para coibir essa prática ilegal”, destacou Tarcísio. 

Em menos de um mês uma rede de 400 metros foi apreendida 

No dia 15 de fevereiro outra rede pesca apreendida pela Polícia Militar Ambiental Náutica, em Vitória. Com 400 metros, a rede foi encontra na mesma área de proteção ambiental, Baía das Tartarugas.

A ação aconteceu durante a fiscalização marítima noturna, a rede foi visualizada próxima ao local onde há uma concentração muito grande de golfinhos. Segundo a PM, nenhum suspeito foi encontrado nas proximidades.

Leia também: Carro que caiu em valão de Jardim América durante alagamento ainda não foi retirado

Últimas