Cidades Homicídios caem 53% em cidades alvo de projeto de combate ao crime

Homicídios caem 53% em cidades alvo de projeto de combate ao crime

Dados foram divulgados pelo Ministério da Justiça, que lançou em agosto o programa "Em frente, Brasil", implantado em cinco municípios

  • Cidades | Do R7

Agentes da Força Nacional integram time que passou a atuar de forma conjunto em 5 cidades

Agentes da Força Nacional integram time que passou a atuar de forma conjunto em 5 cidades

Folha de Pernambuco

As cinco cidades que recebem ações do projeto piloto de enfrentamento à criminalidade violenta, uma iniciativa do Ministério da Justiça em parceria com estados e municípios, registraram queda de 53% nos homicídios em setembro em comparação com o mesmo período do ano passado.

O “Em Frente, Brasil” foi implantado em 30 de agosto. Forças de segurança federal, estaduais e municipais passaram a atuar em conjunto em Ananindeua (PA), Cariacica (ES), Goiânia (GO), Paulista (PE) e São José dos Pinhais (PR).

Foram registrados 39 homicídios nesses cinco municípios em setembro. No mesmo mês do ano passado foram 83 ocorrências.

A ação das forças-tarefas também contribuiu para redução de quase 40% nos roubos em setembro, em comparação com 2018. No mês passado foram 2.316 ocorrências de roubo nos cinco municípios participantes do “Em Frente, Brasil”, enquanto em 2018 esse número ultrapassou 3.500 casos.

Em comparação com agosto, os cinco municípios tiveram queda de 7,14% no número de homicídios e de 16% nos roubos.

As forças-tarefas são integradas pela Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal, Secretaria Nacional de Segurança Pública, Secretaria de Operações Integradas, Polícias Civis e Militares dos Estados, Corpos de Bombeiros Militares, Sistema Penitenciário, guardas municipais e Força Nacional de Segurança. O Departamento Penitenciário Nacional também participa do projeto piloto.

No período, foi empregado nos cinco municípios um efetivo médio de 883 pessoas e 321 viaturas por dia. Mais de 92 mil pessoas foram abordadas, 44.877 veículos e 1.458 estabelecimentos foram fiscalizados. A atuação conjunta resultou na apreensão de 69 armas e de mais de 15 toneladas de drogas. Foram cumpridos 69 mandados de prisão. Ao todo 544 pessoas foram presas e 81 menores apreendidos. 

Leia mais: SP tem 16 adolescentes de 12 a 15 anos internados por homicídio

A atuação conjunta resultou na recuperação de 132 veículos roubados. O objetivo é aumentar a sensação de segurança nos territórios e, principalmente, desenvolver ações integradas de inteligência, análise e investigação criminal para a desarticulação de grupos e redes criminosas.

Lançamento

Na cerimônia de lançamento do projeto, no Palácio do Planalto, o presidente Jair Bolsonaro, assinou os protocolos de intenção para o início da primeira fase do projeto ao lado do ministro da Justiça, Sergio Moro.
De acordo com o Ministério da Justiça e Segurança Pública, os municípios foram escolhidos por te números absolutos de homicídios consideráveis nos últimos anos.
"É preciso nós termos segurança, é preciso nós termos policiais nas ruas, é preciso nós retirarmos de circulação o criminoso violento, o criminoso perigoso, mas também temos que enfrentar as causas da criminalidade, eventualmente relacionadas à degradação urbana, ao abandono e, para isso, nós precisamos aliar política de segurança sólida com políticas de outra natureza", disse o ministro Sergio Moro.

Últimas