Portal Correio Clínica Escola de Fisioterapia da UFPB retoma atividades presenciais

Clínica Escola de Fisioterapia da UFPB retoma atividades presenciais

Com o início do semestre letivo 2021.1 da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), foram retomadas também as atividades presenciais da Clínica Escola de Fisioterapia (Cefisio). Planejado pela Comissão de Biossegurança da UFPB, o retorno considera as normas de segurança sanitária e as orientações publicadas pelos órgãos de saúde sobre a pandemia de Covid-19. Para entrar […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Angélica Gouveia/UFPB

Com o início do semestre letivo 2021.1 da Universidade Federal da Paraíba (UFPB), foram retomadas também as atividades presenciais da Clínica Escola de Fisioterapia (Cefisio). Planejado pela Comissão de Biossegurança da UFPB, o retorno considera as normas de segurança sanitária e as orientações publicadas pelos órgãos de saúde sobre a pandemia de Covid-19. Para entrar na lista de espera, os usuários que tiverem a necessidade de atendimento presencial devem ligar para o número 3216-7497.

Para a retomada, foi elaborado o manual de Biossegurança da Clínica Escola de Fisioterapia, com todas as sinalizações pertinentes, além das solicitações dos equipamentos de proteção individual e coletiva à UFPB.

“As comissões de Biossegurança da UFPB, assim como a do Centro de Ciências da Saúde (CCS) e do Departamento de Fisioterapia foram fundamentais para o suporte técnico e a organização da logística desse retorno seguro”, afirmou a professora Karen Lúcia, da Comissão Gestora da Clínica Escola.

No semestre anterior, 2020.2, alguns usuários antigos da Cefisio continuaram no teleatendimento e telemonitoramento, enquanto usuários com lesões recentes dos sistemas nervoso e musculoesquelético iniciaram o atendimento presencial.

A professora Karen explica que a necessidade do retorno completo foi detectada pela urgência da comunidade, devido à demanda reprimida nas áreas neurofuncional, osteomioarticular, genito-urinária, além de outras demandas na área de saúde da mulher e do homem que se encontravam nas listas de espera de 2020 e 2021.

Além da implementação das normas básicas de higienização das mãos e uso correto da máscara, também foram estabelecidas condutas para evitar aglomerações. As medidas incluem sinalização de fluxo no corredor principal e restrições de acesso de acompanhantes às salas de atendimento. O quantitativo de usuários e discentes continua de forma reduzida e em horários distintos conforme a capacidade máxima de cada consultório da Cefisio.

Durante a volta ou admissão para tratamento, os pacientes e seus acompanhantes serão questionados sobre a presença de sintomas gripais e será avaliada a temperatura corporal. É importante que todos assinem um termo de responsabilidade e uma autodeclaração de saúde.

O professor Mallisson Vasconcelos, que também integra a equipe gestora da Cefisio, falou sobre o trabalho desenvolvido para otimizar as atividades de ensino, pesquisa e extensão dentro dos padrões de biossegurança. Ele também comentou sobre as expectativas positivas, diante das medidas aplicadas, para a manutenção da qualidade nos serviços prestados à comunidade acadêmica e à população.

“Esperamos que o retorno gradativo da assistência seja ampliado e possamos voltar à capacidade de atendimento que tínhamos antes da pandemia. Nós estamos, desde o semestre anterior, em um processo de educação dos pacientes, discentes, docentes e pessoal de apoio sobre as adaptações feitas na Clínica Escola de Fisioterapia”, informou.

Últimas