Portal Correio João Pessoa registra 18,6ºC na madrugada de 5 de agosto, menor temperatura de 2021 na Capital

João Pessoa registra 18,6ºC na madrugada de 5 de agosto, menor temperatura de 2021 na Capital

O mês de agosto, conforme esperado para esta época do ano, vem registrando temperaturas mais amenas na Paraíba. Nessa quinta-feira (5), por exemplo, a cidade de João Pessoa teve a madrugada mais fria de 2021, com 18,6°C, segundo relata a meteorologista Marle Bandeira, da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa-PB), que […]

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Foto: Imagem ilustrativa/Alisson Correia/Portal Correio

O mês de agosto, conforme esperado para esta época do ano, vem registrando temperaturas mais amenas na Paraíba. Nessa quinta-feira (5), por exemplo, a cidade de João Pessoa teve a madrugada mais fria de 2021, com 18,6°C, segundo relata a meteorologista Marle Bandeira, da Agência Executiva de Gestão das Águas do Estado da Paraíba (Aesa-PB), que também destaca que a temperatura mais baixa ocorrida no estado neste mês foi registrada no último dia 2, em São Gonçalo/Sousa (15,8°C), no Sertão.

Ainda de acordo com a meteorologista, apesar de a mudança climática, mesmo que discreta, chamar a atenção da população, o quadro está dentro da normalidade, já que agosto é considerado o mês mais frio do ano, e não há qualquer fenômeno climático específico instalado sobre a Paraíba, que já vem registrando quedas de temperaturas desde junho, quando chegou a ter 14°C em Monteiro, no Cariri, dentre outras situações pontuais.

“Como os ventos estão mais fortes, a sensação de frio aumenta. Ventos em baixos níveis da atmosfera (ventos alísios) normalmente nesta época do ano sopram com mais intensidade, mas não é nada anormal, é algo característico do período”, diz Marle Bandeira, que explica que outros fatores como umidade e obstáculos geográficos também influenciam na sensação térmica de alguma localidade.

A meteorologista afirma que já é possível dizer que o inverno de 2021 está um pouco mais frio com relação a 2020, mas ainda é necessário que os dados meteorológicos sejam levantados e devidamente comparados com períodos anteriores apenas após o fim do mês de agosto para que os números se concretizem.

Aviso da Marinha

Nessa quinta-feira, a Marinha do Brasil, por meio do Centro de Hidrografia da Marinha (CHM), emitiu um comunicado à imprensa através do qual informou que a intensificação dos ventos alísios, que sopram próximo à região equatorial, poderá provocar ventos de direção Sudeste a Leste, com intensidade de até 60 km/h (33 nós), na faixa litorânea entre os estados da Bahia e do Rio Grande do Norte, entre a noite dessa quinta e a manhã do próximo domingo (8). O Litoral da Paraíba está incluído no trecho citado.

Conforme a Marinha, o panorama gera condições favoráveis à ocorrência de ressaca, com ondas de direção Sudeste a Leste, com até três metros de altura, também na faixa litorânea entre os estados da Bahia e do Rio Grande do Norte, entre as noites dos dias 6 e 8 de agosto.

Previsão do tempo

Para esta sexta-feira (6) a Aesa-PB prevê que permanecem as condições de ventos úmidos deslocando-se do oceano em direção à faixa leste da Paraíba. No decorrer do dia, o tempo deverá ficar com nebulosidade variável favorecendo a ocorrência de chuvas pontuais entre o Agreste e o Litoral. Poderão ocorrer chuvas localizadas nas demais regiões do estado entre a tarde e a noite.

A temperatura mínima prevista é de 17°C, no Brejo e Cariri/Curimataú, e a máxima é de 34°C, no Sertão.

Já para este sábado (7), a Aesa-PB informa que no decorrer do dia a nebulosidade deverá ficar variável e favorável à ocorrência de chuvas esparsas, especialmente entre o Litoral e a Serra da Borborema.

Assim como no dia anterior, a temperatura mínima prevista é de 17°C, no Brejo e Cariri/Curimataú, e a máxima é de 34°C, no Sertão.

Repercussão nas redes sociais

Como o clima predominante na Paraíba é de altas temperaturas durante quase todo o ano, quando há qualquer oscilação para baixo, a população facilmente percebe. A amenização do tempo no estado tem sido assunto recorrente nas redes sociais nos últimos dias. Confira abaixo:

Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio
Portal Correio

Portal Correio

Portal Correio

Últimas