Economia American Airlines cancela 1.519 voos por falta de funcionários

American Airlines cancela 1.519 voos por falta de funcionários

Problema, agravado por condições climáticas, ocorre desde sexta-feira; neste domingo, a empresa desistiu de 25% dos embarques

  • Economia | Da EFE, com R7

American demitiu muitos funcionários na pandemia

American demitiu muitos funcionários na pandemia

Divulgação American Airlines

A maior companhia aérea dos Estados Unidos, a American Airlines, suspendeu mais 634 voos neste domingo (31), em um total de 1.519 cancelamentos desde sexta-feira (29), por falta de pessoal. Problemas meteorológicos agravam a situação.

De acordo com dados da página FlightAware, que acompanha os voos, os 634 embarques cancelados neste domingo representam um quarto de todos os voos programados para aquele dia.

“Com os problemas ao longo do tempo, começamos a ficar sem pessoal quando os tripulantes ficavam de fora de sua sequência regular de voos”, explicou a American Airlines em nota enviada à imprensa.

Segundo a empresa, dois dias de ventos fortes na região de Dallas-Fort Worth, onde fica seu aeroporto central, reduziram drasticamente os desembarques.

Companhias aéreas querem zerar emissão líquida de C0₂ até 2050

A American Airlines cancelou 342 voos na sexta-feira e 543 no sábado (30).

A companhia aérea cortou notavelmente sua força de trabalho em 2020 devido à redução no volume de voos em decorrência da pandemia do novo coronavírus.

Enquanto a empresa tenta recontratar funcionários, as interrupções em seus serviços têm sido frequentes, algo que também sofreu outras companhias aéreas, como a Southwest, que no início de outubro teve que cancelar mais de 2.000 voos em um único fim de semana.

Últimas