Após bater R$ 4,40 pela 1ª vez na história, dólar opera em queda

Bolsa de valores oficial do Brasil tem desempenho negativo nesta sexta-feira, afetada pelo clima desfavorável a ativos de risco

Após bater R$ 4,40 pela 1ª vez na história, dólar opera em queda

Após bater R$ 4,40 pela 1ª vez na história, dólar opera em queda

Após bater R$ 4,40 pela 1ª vez na história, dólar opera em queda

Pixabay

O dólar bateu na manhã desta sexta-feira (21) a marca de R$ 4,40 pela primeira vez na história, mas passou a ser negociado por valores inferiores em seguida. No começo da tarde, a cotação estava na casa de R$ 4,38.

Às 9h11, o dólar avançava 0,20%, a R$ 4,4002 na venda. Na máxima da manhã, a divisa chegou a tocar R$ 4,4073. Na véspera, o dólar à vista encerrou na máxima recorde para fechamento de R$ 4,3916, após alta de 0,59%.

Na véspera, o dólar à vista encerrou na máxima recorde para fechamento de R$ 4,3916, após alta de 0,59%.

Leia mais: Guedes pede desculpas a domésticas em discurso no Planalto

A bolsa paulista caía na tarde desta sexta-feira, afetada pelo clima desfavorável a ativos de risco no cenário externo, conforme permanecem as preocupações relacionadas aos efeitos do surto de coronavírus na economia chinesa e seus reflexos na atividade global. Às 13h50, a queda era de 0,97%.